Come closer


Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada na música "We Don't Talk Anymore", ilustrada por Jimin e Jungkook (BTS).

Home Me Blog Links

Talk to me
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não.more?

Stay in touch


Follow

Unspoken Words

Past Tense

Stay a little longer

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768


Blogagem Coletiva | Os 13 medos

Saudações, caros leitores! As bruxas estão à solta, e mais uma vez o Círculo Secreto chega para abalar todas as estruturas da blogosfera com uma Blogagem Coletiva soberana! O tema deste mês são 13 coisas que me davam medo na infância - e eu quase deixei de participar dessa blogagem, porque esse tema é uma afronta à minha pessoa! Não é verdade? Vejam bem, eu sou totalmente destemida, inabalável, ando na selva braba, rio na cara do perigo! HA HA HA


Aham, tá.
Eu bem gostaria de ser uma pessoa super corajosa, mas apesar da minha feição séria e minha pose de soberana, eu sou é cagona pra caralho, e tenho medo das coisas mais estúpidas possíveis - o que é um complexo pra mim, porque eu gosto de manter a pose de durona, mas na real sou uma pirralha medrosa e pequenina, méh. Apesar disso, ao longo dos anos os meus medos foram mudando bastante, então eu precisei quebrar um pouco a cabeça pra encontrar 13 medos de quando eu ainda era pirralha. u-u'' Mas como eu disse, sou super cagona, então eu consegui me lembrar de alguns, hahaha! Vamos seguindo, vamos seguindo...

1 - Escuro
Eu não sei ao certo o porquê, mas eu sempre tive muito medo de escuro. Não passei por nenhuma situação desconfortável, mas essa coisa me assusta - quando acabava a luz em casa, a primeira coisa era gritar "mããããe!" e sair correndo até encontrar alguém. Eu só deixei de dormir com o abajur ligado depois dos 20 anos, mas mesmo hoje ainda me sinto desconfortável em ambientes totalmente escuros. Se estiver silêncio então, pior ainda, acho que eu infarto. x_x

2 - Fantasmas
Mas o Danny Phantom era legal (y)

Em algum momento da minha infância eu concluí que os fantasmas apareciam no escuro, e aí comecei a ter muito medo deles. Eu não sei ao certo o que eu achava que eles iam fazer, mas eu sabia que fantasmas eram gente morta e malvada e queriam me pegar. Então eu saía por aí com lanterninhas, e ir no banheiro ou beber água a noite era uma verdadeira aventura, digna de filme de terror D: Ao menos, eu nunca vi um. Eu acho. Socorro! çwç

3 -  A Living Forest de Mortal Kombat II
Meu pai sempre foi fanático por video-games, e claro que ele tinha todos os jogos clássicos pro nosso SNES. Mas se tinha um momento de terror na minha infância era quando ele resolvia jogar Mortal Kombat e caía nessa fase - que vendo hoje é ridícula, mas naquela época era absolutamente assustador. Pra quem não conhece a Living Forest, é uma fase com árvores feias, que tem caras feias e fazem um barulho do mal - vide o video abaixo para maiores detalhes.


O mais engraçado de tudo isso é: essa é uma as minhas fases favoritas no MK9, porque dá pra fazer um fatality MUITO legal nela HAHAHAHAHA! Não gente, eu não faço sentido. Btw, dá pra ver o fatality aí no vídeo - e na primeira vez eu fiz na cagada, me senti foda soberana ♥

4 - Filmes/Histórias de terror
Eu sou super cagona, e me impressiono fácil com as coisas - vide meu medo absurdo da Living Forest que, convenhamos, nem é tuuuudo isso. No entanto, era muito comum - na verdade, ainda é - que eu tivesse pesadelos com algo que me impressionasse, e quando eu via qualquer cena mais pesada num filme, mesmo que de relance, eu tinha pesadelos cheios de sangue, mortes, monstros e tudo o mais que você quiser. Esse é um dos medos que eu tenho até hoje - então, sabe aquele filme de terror que você tá louco pra ver? Veja longe de mim. u_u

5 - O preto velho
Quando eu tinha uns 6 ou 7 anos começou uma conversa com as visitas lá em casa sobre o Preto Velho, que é um espírito que as pessoas incorporam, parece. E aí dizem que mesmo uma pessoa branca fica com pele negra e etc. Desde a conversa eu comecei a duvidar se todos os velhos negros que eu via na rua eram pessoas comuns ou se estavam possuídas pelo tal do preto velho, HAHAHA! Graças a Odin esse medo passou, e agora eu posso andar tranquilamente na rua sem medo de ninguém - já pensou gente? E se esse espírito sai do cara e tenta me possuir? Eu heim.

6 - Abelhas
Eu tenho fobia de insetos, e isso provavelmente foi evolução de uma piada sem graça que fizeram comigo sobre abelhas. Mas não precisa de muito pra ter medo delas, né? Elas picam, dói pra caramba e minha mãe dizia que se a gente corresse elas vinham atrás da gente. Que bicho mais maligno é esse, gente? D:

7 - Marimbondos
Picada de marimbondo dói mais que picada de abelha! PRECISA DE MAIS!?

8 - O Boneco Chucky
Até hoje eu não gosto desse boneco. Pode ser hipster, old school, estiloso, o que for: é feio, é malvado e meu pai era sádico o suficiente pra ficar me mostrando e rindo da minha cara quando eu era pirralha. Traumas mil gente, traumas mil.

9 - Me perder da minha mãe
Putz, eu era mestre nisso. Sempre que saía com minha mãe, eu ficava entretida com alguma coisa e me perdia. Uma vez estávamos num mercado *cof*carrefour*cof* e ela mudou de sessão sem que eu visse. Moral da história: comecei a chorar horrores, uma moça veio me socorrer e no fim ela estava no corredor ao lado. Mas pô, com meu tamanho todo, a loja parecia um lugar enorme e eu achei que nunca mais ia voltar pra casa! :(

10 - Linha Direta

Tem como não ter medo desse programa dos infernos? Quem conheceu sabe do que eu estou falando. Certeza!

11 - Pedófilos
Coisas que eu aprendia com o Linha Direta. Não que eu tivesse noção real do que era pedofilia naquela idade, mas eu entendia que eram homens maus que faziam coisas ruins com menininhas, e eu era uma menininha, vai que um desses caras me pegava na rua? Eu heim.
Deve ser por isso que minha avó diz que é melhor não assistir essas coisas. Vó, você está muito certa!

12 - Cemitérios
Eu já tinha medo de fantasmas, e dizem por aí que tem muitos deles nos cemitérios. Minha infância foi marcada de velórios, e como meus pais são bem mente aberta, não tinha essa de ficar botando fru-fru nas coisas não: eu ia lá e via os mortos numa boa. Até aí tava tudo bem, o problema era quando o velório era de noite e eu tinha certeza que ia sair uma caveira do chão e me levar pro mundo dos mortos. Daí meu pai saía pra fumar, me levava junto e me comprava um doce ou qualquer porcaria, e ficava tudo certo. 8D 

13 - Vacinas/exames de sangue
Na real eu tenho medo disso até hoje. Quando eu tinha uns 3 anos, um médico percebeu que o meu rim direito era menor que o esquerdo, e como não sabia o que diabos isso significava, eu tive que fazer acompanhamento até os meados dos 7 anos pra saber se o órgão estava funcionando ou não - porque se ele estivesse, sei lá, atrofiando, eu ia ter que fazer transplante e tal. No fim não era nada, mas até terem certeza eu tinha que fazer hemogramas com uma frequência considerável, e naquela época não era essa belezinha totalmente indolor que é hoje. Moral da história: não tomo injeção nem que me paguem, e se você quer me ver chorando igual criança, é só dizer que preciso fazer um hemograma. Ah, rapaz...
Pera: eu já não contei isso aqui? o_õ

Eu acho que tive medo de muitas outras coisas também... Dos mendigos da pracinha em frente à escola, porque diziam pra gente que eles iam nos pegar (e depois eu comecei a achar que eles eram os pedófilos do linha direta), daquela história de gente que dava doce com veneno na porta da escola, de levar bronca da professora, mas acho que nada me fazia ficar tão angustiada quanto esses daí. No fim eles nem eram assim tão interessante, que droga heim? D: HAHAHA!
Ficamos por aqui, queridos leitores. E fiquem de olho no céu esta noite, pois uma bruxa pode passar voando pela sua janela. 8D Ou não, ué. Tô com cara de oráculo agora?


Esse post faz parte da blogagem coletiva do Círculo Secreto das Bruxas Blogueiras, um coven secretíssimo que reúne só as mais poderosas bruxas da antiga blogosfera. Fique de olho nos blogs participantes. Corvos estão voando e cartas estão sendo entregues.

Marcadores: , ,


By Shana • domingo, 19 de abril de 2015 • 12 ComentáriosLink to this post


«older newer»