Home Me Blog Links
welcome

Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é estrelada pela Koizumi Risa, de Lovely Complex, com tons de azul, amarelo e laranja~

labels

archive

webmiss

Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não. more?

follow me


Follow

bye bye

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1920x1080


Mini-resenha: Noragami

Noragami, que significa algo como Deus Viralata, é uma animação produzida pelo estúdio Bones, baseado no mangá de mesmo nome, que estrelou no Japão em janeiro de 2014. Com apenas 12 episódios, conta a história de Yato, um deus japonês que sequer tem o próprio templo, quem dirá os próprios fiéis. Contudo, nossa divindade não se deixa vencer por esses ínfimos detalhes, e está muito determinada a realizar seus objetivos através de muito trabalho duro. O problema é que, pra realizar seus trabalhos, os deuses precisam dos Shinkis, um espírito capaz de se tornar uma arma - e com essa popularidade toda, Yato não tem exatamente uma fila de espíritos procurando por um emprego.
A história de Yato se transforma quando, por sua culpa, a jovem Hiyori - que adora MMA e não é nada ordinária - acaba se envolvendo em um acidente e, por conta disso, sua existência acaba ficando "em cima do muro", entre o mundo dos vivos e esse mundo fantástico de divindades e espíritos - às vezes malignos! Ela então dá a Yato uma oferenda, para que ele lhe ajude a recuperar a normalidade de seu corpo - mas será que dá pra confiar em um deus que ninguém sabe que existe?


Como já é de se esperar das produções do estúdio Bones - como Fullmetal Alchemist (as duas versões) e Soul Eater -, Noragami conta com ótima animação, dublagem e trilha sonora - essa última me chama atenção pelos 'gêneros' musicais, que vão além do Jrock comum ou das famosas "animesongs". O desenvolvimento da história é bem rápido (afinal, são só 12 episódios) e emocionante, além de contar com uma dosagem certeira de humor, ação e até drama. Por tratar-se de um shounen, não é uma história que esbanje muito romance, mas ele aparece de forma bem natural e leve. Por ser curto e bem objetivo, é o tipo de animação que você começa e termina num dia - e embora não tenha um desenvolvimento muito profundo das personagens, elas são todas bem construídas e têm seu papel na história - ou seja, se você é desses que não tem saco pra ficar vendo "o passado do personagem secundário", pode assistir esse anime tranquilo!

Um gif aleatório porque eu gosto dessa cena e pronto

Quanto à animação, eu provavelmente vi a versão Blu-Ray (disponibilizada pelo meu xodó, o Anbient), então não tenho nenhuma reclamação a fazer. O Character Design é simples e bonito, desses sem muito frufru, mas que dá gosto de ver! Definitivamente uma boa pedida pra um fim de semana, ou pra um feriado. :D Assisti numa noite (que começou lá pelas 20h e terminou as 6h30, mas quem liga?), e não foi nada cansativo - até porque eu queria saber logo o que ia acontecer e fui literalmente assistindo um episódio atrás do outro! Fica a dica pra quem quer alguma coisa divertida - sem ser "pastelão" - e curtinha pra ver!
Pra atiçar a curiosidade, deixo a opening do anime pra vocês :D Beijinhos à todos, e até a próxima! o/

Marcadores: , , ,


By Shana • terça-feira, 7 de abril de 2015 • 11 ComentáriosLink to this post


«older newer»