Come closer


Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada na música "We Don't Talk Anymore", ilustrada por Jimin e Jungkook (BTS).

Home Me Blog Links

Talk to me
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não.more?

Stay in touch


Follow

Unspoken Words

Past Tense

Stay a little longer

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768


Cansei: um desabafo sobre a "nova" blogosfera
Em 2004, quando eu comecei a blogar, a ideia do blog era ter um espaço virtual, personalizável, onde você poderia escrever qualquer coisa: como foi seu dia, desabafar os problemas, colocar a letra daquela música que você gostava, postar imagens dos seus personagens favoritos. As dicas, tutoriais e goodies ficavam por conta dos template shops: um site especializado apenas em prover os blogueiros de tudo o que eles pudessem precisar para blogarem felizes.
Se você perguntar a qualquer blogueiro das antigas, todos considerarão essa a melhor fase do mundo dos blogs. Ninguém estava preocupado com popularidade, com número de seguidores, com divulgação em redes sociais, nada, nada, nada disso. A gente blogava porque gostava, blogava porque escrever num espaço ao mesmo tempo público e secreto, pessoal, era o que nos fazia felizes. Vez ou outra, um outro blogueiro comentava seu post, você retribuía e, antes de perceber, estavam ambos conversando, eventualmente desenvolvendo uma relação bacana de camaradagem ou mesmo de amizade.
Pra mim, blogar é isso. Claro que todo blogueiro quer ter comentários, quer ter seu trabalho e esforço reconhecidos, mas a troco de quê? Sinceramente, de coração, a blogosfera de hoje é um verdadeiro saco, com uma série de template shops disfarçados de "blog pessoal", onde conteúdo - que antes consistia em textos coesos, com começo-meio-fim, onde você escrevia alguma coisa interessante - virou posts de 3 ou 4 linhas com goodies, tutoriais, dicas "pro seu blog ser popular", pra "conseguir mais seguidores" e afins. Honestamente, eu não vejo graça - e até parei de comentar em blogs assim, porque pra mim eles realmente não têm graça alguma.
O que eu estou "conhecendo" ali? Um monte de coisas que eu posso encontrar facilmente no google? E com quem eu estou interagindo, realmente?
Claro, isso é tudo uma questão de opção, e eu não vou colocar na cruz quem acha que blogar é isso. Se esses blogueiros são felizes, que bom pra eles - de verdade, sem ironia nenhuma. Mas pra mim, a graça do blogar estava em ler um post e ter a certeza de que por detrás daquelas linhas e pixels havia uma pessoa, de carne e osso como eu, e poder me identificar com esse sujeito que, assim como eu, se refugia nas palavras anônimas, nesse espaço sem privacidade que é a internet. 
Tenho saudade. Mas gosto de saber que tem alguns de nós que ainda sobrevivem, firmes e fortes - gente que resenha filmes e livros não porque estão populares, mas porque gostam de ler/assistir e querem te contar sobre; gente que comenta e retribui comentários não porque isso "traz mais leitores", mas porque quer responder aquilo que você disse, quer te conhecer; gente que bloga só pelo blogar, por gostar disso e desse espaço tão gostoso, independente de quantos acessos diários o seu 'diário virtual' possa ter. Pra esses blogueiros, que eu tenho a honra de receber sempre por aqui, o meu sincero agradecimento, por continuarem me proporcionando essa experiência fantástica ♥ Vocês não devem fazer ideia do quão especial é poder interagir com vocês, sem compromisso, sem obrigação, só pelo simples prazer de partilharmos as ideias uns dos outros, de conversar, de nos conhecer, de sermos gente além dos pixels. Vamos resistir até o fim! E um viva pros blogueiros das antigas! 

Marcadores: ,


By Shana • sexta-feira, 4 de setembro de 2015 • 17 ComentáriosLink to this post


«older newer»