Come closer


Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada na música "We Don't Talk Anymore", ilustrada por Jimin e Jungkook (BTS).

Home Me Blog Links

Talk to me
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não.more?

Stay in touch


Follow

Unspoken Words

Past Tense

Stay a little longer

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768


Vidas, encontros e despedidas


A gente encontra muitas pessoas ao longo da vida. Algumas delas nos marcam, outras não, mas provavelmente todas ajudam a compor o que somos hoje e o que seremos amanhã. Quando eu passei no vestibular e optei por estudar em outra cidade, eu não levei muito em consideração as pessoas que eu ia conhecer nesses 5 anos de curso - eu sequer pensei nisso. Até porque sociabilidade é a habilidade que eu menos me empenho em desenvolver, eu confesso (quase não tem EXP nela).
Mas ano passado, no meu 4º ano de graduação, eu me aproximei de duas pessoas em especial: o Alan e a Jéssica. Eu já tinha uma amizade com o Alan e sabia quem era a Jéssica a essa altura, mas nós começamos a passar tempo juntos, nós três, e de repente eu não poderia me sentir mais abençoada pelo presente que a vida me trouxe ao longo do caminho. Nesse 1 ano que compartilhamos juntos, nos reunindo toda semana pra trabalhar e pra conversar, eu aprendi muito sobre mim mesma, sobre compartilhar, sobre amar e sobretudo, sobre sentir-se amada. A relação que construímos juntos me dá muito a impressão de algo que vem de outras vidas, de algo que é pra ser, de que tem muito mais na nossa história do que nós mesmos sabemos. E eu amo esses dois de um jeito que eu não amo as outras pessoas, e eles me fazem sentir amada, acolhida e livre. Especial.

Segure a minha mão quando você precisar de alguém
Eu serei esse alguém - Nós estamos nessa pra vida
Olhe pra mim quando você precisar de um ombro amigo
Eu serei esse alguém - Nós estamos nessa pra vida

A vida é algo que traz encontros e despedidas. Neste ano, o Alan e a Jéssica se formam. O Alan volta pra cidade dele, a Jéssica é daqui e eu sou de São Paulo. Não há absolutamente nada nesse mundo capaz de desfazer o laço que nós construímos, eu sinto, mas é muito triste parar e pensar que ano que vem não vamos mais assistir filmes juntos, comer chocolate juntos, chorar juntos, falar mal das pessoas juntos e passar nosso tempo juntos. Não com a mesma intensidade e proximidade que compartilhamos nesse ano que se passou. E embora eu tenha dito a eles dois que eu não entendo esse chororô dos formandos, porque as pessoas que eu amo estarão sempre comigo, é triste. Eu vou sentir falta de vocês, porque eu não tenho esses momentos com mais ninguém e eles vão ser bem mais escassos agora. E embora o Alan provavelmente vá me ligar de vez em quando e eu ainda tenha um ano inteiro pra curtir a presença da Jéssica (fisicamente falando), é triste porque vai ser diferente agora, e eu gosto como está. Eu gosto de tudo o que eles me ensinaram, de tudo o que eles representam pra mim e do espaço que eles preenchem na minha vida, e ainda que eu tenha plena certeza que esses espaços se preenchem e que nossa amizade é algo eterno, que a distância não será capaz de separar, eu vou sentir saudade. Eu amo vocês dois, e eu vou sentir saudade.


Encontros e despedidas fazem da vida o que ela é. Nós conhecemos pessoas, e elas vêm e vão e eu lido muito bem com isso. É triste quando o destino é ingrato e separa as pessoas sem que elas desejem. Eu nunca vou esquecer os dias que dividimos juntos, e tenho certeza que não serão os últimos, mesmo que esses momentos sejam menos frequentes a partir de agora. Obrigada, vocês dois. Obrigada por me ajudarem a construir a mim mesma, por me acolherem e ouvirem minhas reclamações, por serem veteranos fantásticos sempre dispostos a discutir desde coisas práticas à teóricas comigo; obrigada por serem os amigos maravilhosos que ouviram minhas histórias e desabafos sem julgar ninguém e por sempre terem me apoiado nas minhas decisões. Alan, obrigada por me dar o objetivo de ser a melhor versão de mim mesma na vida. Jéssica, obrigada por me ensinar a aceitar a mim mesma e por me ensinar a ver as cores da vida. Obrigada por existirem no meu mundo, por serem quem são e por fazerem de mim o que eu sou agora. Não importa onde vocês dois estejam, pra mim estarão sempre comigo, farão parte de mim e serão sempre amados. We're in this for life!

Música: The Light.

Marcadores: , ,


By Shana • terça-feira, 26 de janeiro de 2016 • 9 ComentáriosLink to this post


«older newer»