Come closer


Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada na música "We Don't Talk Anymore", ilustrada por Jimin e Jungkook (BTS).

Home Me Blog Links

Talk to me
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não.more?

Stay in touch


Follow

Unspoken Words

Past Tense

Stay a little longer

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768


Aventuras de férias em uma SP gelada
Tá muito frio em São Paulo. Mas eu não estou reclamando - pelo contrário, eu adoro o inverno e o fato de que eu tenho a opção de me aquecer, se eu quiser. Diferentemente do verão, o frio não me impede de fazer nada - e eu perambulei pra caramba nessas duas últimas semanas de férias. Como prometido no post anterior, hoje eu venho exibir minhas comprinhas na Liberdade - além de contar a vocês que outros rolês eu tenho feito na minha cidade natal.
Começando pelas minhas aventuras, na semana passada eu fui ao Tanabata Matsuri no domingo. Contudo, na quarta-feira eu acompanhei minha avó numa odisseia para ver... um padre. É, isso aí mesmo. Tem esse padre sertanejo pelo qual ela é apaixonada há um tempo considerável, e semana passada ele fez uma tarde de autógrafos num shopping em Santana. Como vovó é uma pessoa que prezo muito (e banca meus gastos em AxCity), fiquei mais do que feliz em acompanhá-la - e foi assim que eu saí da minha humilde residência às 7h40 da manhã, pra encontrá-la as 8h30 no metrô. Chegamos no dito shopping às 10h e já tinha gente na filha - a saber, o "meet & greet" do padre estava agendado para as 14h30. Sei que ficamos na fila por umas boas horas, e lá pelas 14h os livros foram autografados com um carimbo, pois segundo a staff "ninguém aguenta autografar mais de mil livros!", e lá pelas 16h fomos levadas até uma salinha para tirar foto com o padre (que era enorme de alto, a propósito). Pra resumir essa aventura, minha avó ficou tão eufórica que eu jurei que ela infartaria ali mesmo - mas ela passa bem, foi só fangirlism - e, como eu fiquei na fila pra pegar um autografo extra... tirei foto com o padre. Exatamente, queridos leitores: meu primeiro "meet & greet" nesses 23 anos de vida com foi o Padre Alessandro. Ganhei foto, abraço e benção, e voltei pra casa morta de cansada, cochilando em pé no ônibus - mas sobrevivi pra contar a história. Da série: minha vida é cheia de emoções.



Aproveitei a estadia em SP pra tirar o atraso dos mangás - bom, da coleção de Ao Haru Ride, na verdade, que é o único que estou acompanhando no momento. Na foto, os volumes 7 e 8, embora eu tenha descoberto recentemente que o volume 9 já saiu também. Num geral eu sempre compro mangás na Liba, mas acabei descobrindo (quantas descobertas nesse paragrafo) que a banca na rua da minha casa vende mangás também, e está sempre atualizada! :0 Fiquei feliz com a informação, e já pretendo passar por lá essa semana pra ver se já descolo o volume 9 - já que os mangás da Panini simplesmente esgotam, embora eu não saiba exatamente o porquê. Vamos caprichar mais nessa tiragem aí, Panini?


Aproveitei a semana também pra sair com algumas pessoas aqui em Sampa, já que num geral só consigo ver esse povo nas férias mesmo ♥ Na segunda eu jantei com uma amiga no shopping aqui perto - comemos no Gendai, que tem comida japonesa gostosa e barata, e aproveitei pra matar a vontade de comer temaki que eu vinha sentindo no último mês. Enquanto a esperava, aproveitei pra perambular pelo centro do consumismo e consegui comprar esse hidratante labial da Maybelline, o Baby Lips, um item que eu estava desejando já fazia um tempo. Ele vem em diversos sabores e cores, e eu acabei apostando no de Melancia - mas depois me arrependi um pouco de não ter escolhido o neutro, Hydracare. Paguei R$ 16,90 nessa belezinha e recomendo: ele tem um cheiro bem gostoso, a cor é translúcida, mas bonita, mas o melhor é que ele hidrata mesmo os lábios. Odeio manteiga de cacau e costumo usar brilho labial no inverno, mas já fazia mais de um mês que minha boca estava machucada e não melhorava de jeito nenhum. Um dia usando o Baby Lips e eu já senti a diferença - depois de 3 dias meus lábios já estavam 100% recuperados. Não achei caro, e mais uma vez a Maybelline não me decepciona: eles sempre cumprem o que propõem!
Ainda na mesma semana aproveitei pra encontrar a Akemi - dessa vez pra almoçar (percebam que meus rolês sempre envolvem comida, percebam). Comemos, papeamos e perambulamos juntas por um tempo, mas dessa vez sem gastos extras, embora eu quase tenha levado um livro e ela quase tenha levado uma camisa, seguramos as pontas e nos contentamos com comida e boa companhia. uwu


Já na Liba eu fui na intenção de gastar mesmo, e aqui estão os resultados. Além de curtir o Tanabata e a comida temática, eu fui até a Station pra comprar Post-its. Gosto muito desses decoradinhos, e eles geralmente são mais baratos que os das marcas comumente vistas aqui no Brasil. Comprei dois porque em parte já sabia que teria que dividir com minha mãe, mas também porque não consegui escolher entre coelhos coloridos e ovelhinhas fofas -q Cada um foi, se não me engano, R$ 5,40. Num geral eles são de ótima qualidade, mas quando fui abrir estes me decepcionei um pouco porque eles não fica grudados na "pastinha" - mas como da primeira vez que comprei foi na Daiso, e de outra marca, não me atrevi a ir muito além nas comparações. Dando pra fazer minhas anotações na faculdade já tá bom o suficiente (embora às vezes eu use de marca-página ou pra marcar parágrafos em livros, mas enfim).


Agora, esse aqui foi um achado e tanto! Quem acompanha o blog sabe que nunca comprei Pocky por motivos de: ele é carésimo! Nunca vi Pocky por menos de 8 reais, então sempre comprei a variação coreana, o Pepero. Contudo, estava eu de boinhas escolhendo em qual mercadinho ia entrar quando vi uma montanha de Pocky em promoção: R$ 4,99 a caixa! Não tive dúvidas e resolvi experimentar, e não me arrependi nem um pouco! A embalagem é de melhor qualidade (leiam: difícil de abrir) e juro, deve vir uns 30 a 40 palitinhos dentro do pacote! Concluí que é por isso que ele é tão mais caro que o Pepero. Quanto ao sabor, a cobertura é bem fina e bem leve, mas muito saborosa - tem gosto de morango mesmo, cheiro de morango, e é bem docinha. Na verdade, o sabor me lembrou um pouco bolacha recheada de morango, mas era bem forte pra espessura da cobertura, se é que me entendem. Fiquei muito satisfeita com a compra - agora é esperar uma promoção milagrosa dessas com o Pocky tradicional, de chocolate, e aí conto pra vocês o que achei.


Ainda na mesma loja, resolvi que queria trazer alguma coisa diferente por aqui, mas não encontrei nada exótico que parecesse gostoso. Resolvi comprar mochi, já que fazia tempo que eu não comia, quando me deparei com esses mochis da Motchan, sabor Gengibre. Perguntei pra uma vendedora e ela me disse que era o mochi de sempre, sem recheio, mas com gengibre na "fórmula", e resolvi testar. Achei ele bem gostosinho e bem levinho, mas nada muito "wow" - se for pra comer mochi, que seja o comum ou o anko mochi. Falando neste último, acabei comprando uma bandejinha dele também, mas com uma decoração fofinha com aquela gelatina de algas. É de uma marca diferente da que eu costumo comprar (a Castella), mas a massa é bem suave e o recheio  bem docinho, então aprovei. Paguei mais ou menos uns R$ 10,00 em cada bandeja - bem baratinho, já que elas costumam sair 11 ou 12 reais. Pra quem quiser, tanto o Pocky quanto o Mochi foram comprados no Empório Azuki, que fica na Rua Galvão Bueno, e é uma loja bem agradável e com preços bem interessantes (leia-se: visito com frequência).

Antes que vocês pensem que as aventuras terminam por aqui, estão redondamente enganados! Neste fim de semana eu ainda vou viajar com minha avó para a Aparecida do Norte - percebam a quantidade de rolês religiosos nessas férias. Seriam um sinal divino? -, novamente porque ela quer passear mas também quer companhia. Não sou muito fã dessas coisas com religião, mas já que ela está pagando, achei melhor do que fazer nada na minha casa (e, bom, eu gosto de sair com a minha avó). Além disso, também aproveitei pra ler mangás, terminar um livro e estou pra começar Aldnoah.Zero - comento o que achei aqui quando terminar, embora eu sempre prometa e nunca comente nada -q Como eu esperava, as férias sempre me reservam algumas aventuras, que viram assunto pro blog ♥ Mas por hoje ficamos aqui, pois já temos fotos e assunto pra caralho caramba - até a próxima, queridos leitores! Aproveitem o fim de semana e fiquem quentinhos :*

Marcadores: , , , ,


By Shana • sexta-feira, 22 de julho de 2016 • 10 ComentáriosLink to this post


«older newer»