let's be cool
Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada na música "Afraid to be Cool", ilustrada por Jimin e Jungkook (BTS, War of Wormone).

the coolest
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não. more?

come with me!


Follow

scream out!

what did you say?

bye baby bye!

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768


As notícias são boas (às vezes)

Saudações aos leitores! Hoje terminou oficialmente meu semestre pós-greve - foram três semanas muito chatas e meio cansativas, porque depois de três meses parada é difícil retomar a rotina. Já comentei aqui que tenho insônia e uma série de dificuldades pra dormir, então além da preguiça das aulas, ainda tive que lutar contra meu relógio biológico (que estava totalmente desregulado, diga-se de passagem).
Mas nem tudo é catástrofe na minha vida - por incrível que pareça - e, para minha sorte, uma disciplina que eu curso já tinha duas avaliações e eu fiz o trabalho da outra durante a greve. O lado ruim é que a terceira disciplina que peguei neste semestre era divida entre dois professores e tive que fazer um trabalho pra cada um. Uma é minha orientadora de pesquisa, então além de trabalhar melhor com ela, eu também tinha uma série de materiais disponíveis pra me ajudar com a avaliação. Não posso dizer o mesmo do outro professor, então já tô bem satisfeita se fechar com 5 de média e é isso aí.
A parte mais bizarra do pós-greve é que terei um recesso até dia 24 de outubro, porque a seção de graduação precisa de uns dias pra "rodar o sistema", rematrículas e afins. Mas já sei que não vou ficar nada entediada, pois saiu a resposta do meu projeto de pesquisa, e ele foi aprovado com bolsa! *w*/ Pra ser sincera, eu mal acreditei, visto que estou no último ano e recentemente a agência de fomento pediu que eu provasse com algum documento que eu me formaria em março (e eu provei, esfreguei na cara deles, sambei no salto 15 meixmo). No fim, ontem acordei com uma mensagem da minha orientadora dizendo que nosso projeto tinha sido aprovado - ainda não tô acreditando, acho, mas o que importa é que agora terei DINHEIROS! ♥ ♥ ♥
Ainda sobre a pesquisa, além da correria de trabalhos e estágios (que não param nunca), na semana passada rolou o CIC - Congresso de Iniciação Científica - aqui na faculdade. Foi a terceira vez que enviei trabalho e a segunda que apresentei. Embora tenha torcido muito pra que o bendito resumo não fosse aprovado, os deuses não quiseram me ouvir, então lá estava eu às 8h da manhã tentando colar uma cartolina de 1,90x1,20m numa grade pelo menos meio metro maior do que eu. Tudo ocorreu bem, embora eu não possa dizer que arrasei com os avaliadores: discuti bem com dois deles, que ficaram muito interessados na minha pesquisa, patinei feio com o primeiro e deixei a desejar com a segunda. Só uma avaliadora implicou com umas coisas bem bobas - mas no fundo eu não quero ir pra segunda fase do congresso, então não liguei muito pras notas. O lado positivo é que eu adiantei boa parte da pesquisa pra poder apresentar algo, então estou menos desesperada com os relatórios (eu acho).
Mas nem só minha vida acadêmica andou agitada. Minha terapia vai indo bem, causando várias turbulências e crises existências na minha vida, mas sinto que estamos caminhando pra algum lugar. Adorei essa terapeuta porque ela consegue me pressionar e me acolher ao mesmo tempo, e eu sinto mesmo que preciso das duas coisas. Não tem sido nada fácil me deparar com uma série de questões com as quais eu não sei lidar, e tenho me sentido muito impotente e frustrada - mas o processo tem me ajudado a me entender melhor e também a entender melhor o que eu tenho feito com meus próprios pacientes, então o saldo é mais que positivo - estou no lucro! Inclusive, notei que andei ouvindo músicas da minha época de adolescência, o que eu assimilei com uma volta a certas questões e sentimentos mal-resolvidos, ou a alguma parte de mim que ficou esquecida nos últimos 6 anos. Explanando melhor, a terapia tem me ajudado a entrar mais em contato comigo mesma, e embora seja um processo difícil e às vezes doloroso, eu me sinto mais verdadeira, e estou bem satisfeita com isso.
O resto do meu tempo tem se distribuído entre leituras, youtube e Eldarya - que estreou no Brasil dia 12 de Setembro e já me deixou apaixonada. Pra quem não conhece, é um otome game ao estilo Amor Doce, mas muito, muito melhor! Além da história ser mais elaborada, a jogabilidade é mais trabalhada e a produção é bem superior. Recomendo a todos - e se quiserem me adicionar na listinha de amigos, procurem por KawasumiShana!
Por fim, esse é o resumo do mês. Foi corrido e meio estranho, com altas emoções acontecendo, mas acabou. Agora que venha Outubro - e vocês se preparem, porque algo extravagante está pra acontecer aqui no Hishoku. Será que vocês adivinham o que é? :B MUAHAHAHAHA! Beijinhos a todos e até a próxima! o/

Marcadores: , ,


By Shana • sexta-feira, 30 de setembro de 2016 • 4 ComentáriosLink to this post


«older newer»