welcome
posts me blog links
"There's a part of you I'm trying to reach
Still a part I don't know
Tell me, is devotion a gift or a thief?
Do you wish I'd let go?

webmiss

Kawasumi Shana. 25 anos, somando +1 todo dia 07 de Fevereiro. Aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não. more?

follow me


Follow



last words

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1920x1080


Blogagem | Uma carta ao passado

Saudações, queridos leitores! Não estou muto certa de estar falando com alguma coisa viva neste blog nos últimos tempos, mas vamos tagarelando a esmo anyway.
Embora tenha uma série de acontecimentos pra narrar neste blog, ando sem vontade de escrever postagens. Ainda assim, não gosto de deixar meu cantinho abandonado, e como também fazia tempo que eu não participava de nenhuma blogagem do Neko High, resolvi dar uma chance ao tema deste mês. A proposta era escrever uma carta ao meu eu do passado, e embora tenham sido sugeridas algumas questões para serem abordadas, decidi tomar a liberdade de dizer algumas coisas que gostaria de ter ouvido há uns 10 anos atrás.
Uma carta ao passado...
Há 10 anos atrás, eu tinha 14 anos. Era novembro e eu estava terminando a oitava série. A essa altura, uma série de coisas já tinham dado errado e muitas ainda iam piorar.
Me conhecendo como conheço, talvez você aí no meu passado não se incomode com spoilers, mas plot twist: você vai odiá-los no futuro. Então eu não vou revelar muito, mas tem algumas coisas que eu quero que você saiba. Algumas coisas que vão fazer o caminho ser menos doloroso, por assim dizer.
Primeiramente, saiba que você vai ficar bem. Tenha em mente de que mudanças são boas, e você vai conhecer amigos melhores e mais constantes também. Você ainda vai se sentir sozinha de vez em quando, por algum tempo, mas eventualmente você vai aprender a lidar com isso e essas coisas que te magoam agora vão ser superadas em breve. Além disso, não tenha medo de fazer suas escolhas nem de se afastar dos outros. Pra seguir em frente, a gente precisa deixar algumas coisas pra trás, e você ainda vai tentar carregar muita bagagem nos próximos anos...
Não desista do seu sonho! Muito do que você vai conquistar daqui pra frente foi graças à sua determinação e a essa teimosia que você tem - que não, nunca vai ter remédio. Você vai tropeçar algumas vezes e seus planos vão ficar mais maleáveis quando a coisa apertar. Mas isso faz parte! Não perca a fé em si mesma, mesmo quando você falhar. Aliás, falando em falhas, pegue mais leve consigo mesma: você tem 14 anos e está fazendo literalmente o melhor que pode, embora te digam o contrário constantemente.
A essa altura, você ainda é um pouco ingênua. Eu sei, você é honesta, mas não confie tanto nas outras pessoas nem espere tanto delas. Vai te poupar de muita coisa, vá por mim. Por fim, eu sei que agora parece difícil e que você está por um fio em muitos momentos, mas você vai sobreviver e vai aprender a se defender. O mundo está sendo cruel contigo e vai ser ainda mais nos próximos 10 anos, mas vão acontecer muitas coisas maravilhosas, e tudo isso vai valer a pena. Não tente mudar nada, pois tudo o que você passou (e ainda vai passar) vai te fazer chegar onde eu estou hoje, e apesar de tudo, é um lugar muito bom. Vai ser intenso, mas a vida é feita de intensidades às vezes. Siga em frente, e boa sorte!

♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Pra ser honesta, eu nunca pensei em escrever cartas ao passado nem nada do tipo. Eu mudei muito nesses 10 anos, amadureci muito nos últimos 5, e tenho plena consciência de que não mudaria nada por mais difícil que minha vida tenha sido. Tudo o que eu vivi nesse tempo (e antes disso) me transformou em quem eu sou hoje, e mesmo com todos os meus defeitos, crises existenciais e pensamentos pessimistas, eu me orgulho muito de quem eu sou. Cada dia vivido é um pedacinho de mim hoje, e eu não me trocaria por nada. Ainda assim, eu queria ter tido alguém que me dissesse que tudo ia ficar bem de verdade, que fosse honesto e que me permitisse chorar quando a coisa apertasse - alguém que me acolhesse quando fosse preciso. Assim, essa carta teria esse propósito: o de me fazer acreditar que existia um futuro muito melhor pra mim em algum lugar...
Por hoje, ficamos aqui! Me contem vocês (se é que estão aí): o que gostariam de ouvir no passado? Se pudessem enviar uma carta a vocês mesmos, o que diriam nela? Espero que o post valha a reflexão, pelo menos ♥
Beijinhos a todos e até a próxima!

Marcadores: , ,


Written by Shana | 26 de novembro de 2017 | 6 Comentários | link to this post


«older newer»