posts shana blog links
+ + +
O que andei fazendo?

Saudações, leitores queridos! Como têm passado? Eu resolvi voltar com um post mais pessoal dessa vez, porque fiquei fazendo blogagens, memes e desabafos e nem eu mesma me lembrava o que eu andava fazendo da minha vida nesse meio tempo. Pensando agora, esse é o típico post bobo: contém 0 informações relevantes pra quem lê, mas continua sendo meu tipo de postagem favorito (pra ler, pelo menos, porque pra fazer eu acabo enrolando). Saudades da época em que entrar no blog dos amigos era sinônimo de conhecer as pessoas e saber o que andava acontecendo com elas~
ENFIM, foco no post.
A última vez que falei sobre a minha rotina aqui no blog foi em 15 de Julho - ou seja, fazem quase dois meses já. Eu tinha pretensão de fazer mais um post fotográfico com algumas coisas que eu andei fazendo, comendo e visitando, mas confesso que desisti no caminho, inclusive porque já faz tanto tempo que acabei me perdendo no que queria dizer. Assim, optei por só chegar aqui e sair tagarelando mesmo (até porque eu tô falando pra todo mundo que ando na correria e nunca expliquei o porquê, né?). Sendo assim, vamos por partes, que aconteceu muita coisa na minha vida nesses últimos dois meses.

Comecemos pelo meu trabalho. Amo minha área, mas não meu regime de trabalho - que é autônomo, ou seja: se eu não trabalho, eu não recebo. Independente do quão difícil seja atender mais de 10 pessoas por dia pra uma psicóloga, os boletos não perguntam antes de cobrar, então eu tenho trabalhado muito - o suficiente pra que minha terapeuta pontue esse fato pra mim toda semana. Tenho me organizado pra conseguir algo que seja ao menos em regime CLT (registrado), mas enquanto não acontece, o negócio é trabalhar loucamente mesmo. Por causa do cansaço, ando com a imunidade baixa e fiquei doente por umas 3 semanas em Agosto - tive crise de enxaqueca, tive uma dor bizarra atrás da cabeça - que depois descobri ser causada por estresse e tensão na área dos ombros -, tive infecção de garganta, gripe (que eu tive pela última vez quando era criança) e até meu período menstrual tá todinho desregulado.
Apesar disso, o número de pacientes tem aumentado e eu não tenho mais horários livres durante a semana - precisei, inclusive, fechar dois horários pra ter tempo de comer e ir ao banheiro. Isso significa que tenho um retorno financeiro considerável, mas ao mesmo tempo tenho levado trabalho pra casa porque não tenho tempo de preencher e desenvolver os prontuários dos meus pacientes no emprego. Ou seja: meu dia de folga e meus finais de semana é dedicado a ficar horas e horas trabalhando no que eu não consigo terminar no trabalho. Bem louco, não? A consequência é que, quando eu DE FATO tenho tempo livre, eu não tenho vontade de fazer mais nada (possivelmente porque eu estou morta de cansada, então eu não estou me julgando). Pra resumir: eu amo minha profissão, mas em consequência do meu regime de trabalho a minha disponibilidade está muito, muito reduzida. Me incomoda quando eu quero fazer alguma coisa e não dou conta mas, de resto, estou indo bem.
Outra coisa que está rolando faz um tempo são as visitas semanais à veterinária. Não mencionei aqui no blog, mas no final de Junho o Mew, o gerbil do meu irmão, morreu. Nós dois não queríamos mais bichinhos, visto que ambos sofremos quando eles morrem - e como residentes de apartamento e fãs de roedores, perdermos muitos pequenos nesses últimos 10 anos. Minha mãe, contudo, decidiu que não ficava sem um animalzinho, e acabamos comprando um porquinho da índia - apresento a vocês o Muffin (batizado Muffin Anakin Skywalker M.), o novo integrante da nossa família:

O tamanhico é por ser filhote - essa fofura pode chegar a 30cm

Embora o Muffin em si seja um docinho, com uma ou duas semanas em casa notei que ele se coçava muito, tinha feridinhas pelo corpo e falhas no pelo. Corremos na veterinária com suspeita de sarna, e não deu outra, era isso mesmo. O pior é que não bastasse a sarna, ele foi tirado cedo demais de perto da mãe, estava muito abaixo do peso, com piolhos e muito frágil pra um filhotinho de menos de um mês. O pequeno estava tão subdesenvolvido e magrinho que não suportaria o remédio da sarna, o que fez o tratamento dele muito mais lento que o comum. O que significa que há cerca de 2 meses, eu saio do trabalho correndo toda quarta e corro com ele pra vet. à noite - cansativo, mas gratificante, visto que nosso pequenininho está quase curado. Força Muffin! ♥
Somado a isso tudo, está a reforma da casa. Quando perdemos meu pai em dezembro, minha mãe decidiu mudar toda a sala - o ambiente no qual ele passava mais tempo -, incluindo pintar, redecorar e remobiliar. Isso nos incentivou a fazer o mesmo com a casa toda, porque nossos móveis são todos velhos e nunca conseguimos pintar o apartamento por falta de espaço. Em maio mexemos no quarto da minha mãe, e ficou definido que mexeríamos no meu em agosto. Não terminamos o quarto, que ainda precisa ser mobiliado, mas minha mãe ficou animada e nessas últimas três semanas nós mexemos no banheiro e também na lavanderia - pintamos, reorganizamos, jogamos fora o box e o armário que estavam quebrados, carregamos móveis, limpamos debaixo dos lugares, lavamos a casa... Importante mencionar que, por "nós", eu digo eu e meu irmão - e mais eu do que ele, que fica com os serviços mais pesados, enquanto eu fico com os mais minuciosos - limpar, pintar e organizar.
Graças a toda essa arrumação, meus finais de semana têm se resumido a passar o dia fora, fazer compras para casa e trabalho árduo na limpeza/organização. O que significa que não tenho tempo mesmo no tempo livre - por mais bizarra que essa frase tenha soado pra vocês. O tempo livre que eu tenho, na verdade, é mais à noite, que é quando basicamente aviso aos meus amigos que estou viva, respondo algumas mensagens, como, tomo banho e durmo - é, não está sendo fácil.
Mesmo com essa correria que virou a minha vida, eu consegui fazer algumas coisinhas pra mim. Primeiramente: eu fiz um tumblr. Não postei nada dele ainda, e confesso que ainda não sei bem o que vou fazer com ele - mas o negócio é que depois de anos desencanada, finalmente consegui colocar um tema bonitinho nele e resolvi usar. O que mais me atraiu na ideia foi, justamente, saber que a rede tem uma espécie de bate-papo direto - coisa que eu valorizo muito, porque a graça da internet pra mim é papear com as pessoas. Enfim, se alguém quiser me seguir por lá, aqui está o link.
Consegui, também, riscar alguns itens da minha wishlist. O primeiro delas é essa almofada de gatinho, que a princípio não tinha uso prático nenhum, a não ser minha intenção não tão intencional de redecorar meu quarto de maneira fofa. E, bom, eu queria mesmo assim. Como resistir a essa fofura?


Apesar de falta de utilidade dessa lindeza, eu eventualmente comecei a usá-la pra dormir, então acabou sendo um investimento útil no fim das contas. Além desse, outro artigo bonitinho que eu me dei nesse mês foram esses ganchos de gatinho, que vieram da Daiso (assim como a almofada).


A ideia é colocá-los na parede (no guarda-roupa, caso não sobre espaço) pra pendurar bolsas mesmo. Eu costumo trocar de bolsa constantemente, dependendo da ocasião - porque tem muitas coisas que eu só preciso carregar em ocasiões específicas - e me falta um lugar prático e organizado pra colocá-las, por exemplo. Pensei num mancebo/cabideiro, mas visto que meu banheiro parece um closet de tanta roupa que meu irmão larga pendurada por lá, desconsiderei a ideia -qqq
Ainda nos consumismos, também consegui comprar uma bolsa pequena - que eu estava na caça há alguns meses, e nunca achava no formato, ou tamanho ou no tom que queria. Depois de ter deixado a busca de lado, acabei me deparando com essa belezinha aqui no carrefour:


Nem preciso dizer que levei na hora, né? Confesso que queria me arrepender de ter gastado R$ 60,00 de maneira meio impulsiva, mas a bolsa está sendo uma maravilha na minha vida. Dá pra carregar as coisas que preciso sem pesar meus ombros (que, como disse acima, estão muito tensos, hahaha!), e é boa pra saídas rápidas - que não precisam de muito espaço pra água, guarda-chuva, blusa e etc. Foi um investimento bem gratificante, na verdade.
Por fim, o último item que comprei nesse último mês foi meio supérfluo, mas era algo que estava na minha lista desde que vi na vitrine:


SIM, SENHORAS E SENHORES! Agora eu posso punir as pessoas em nome da lua, com minha camiseta-uniforme Sailor! Gastei R$ 50,00 nessa belezinha, distribuída pela Piticas - e o produto é oficial, com emblema da série e da Toei Animation também, o que me fez relevar o preço salgado que investi em uma camiseta. Apesar disso, meu lado fã e minha criança anterior estão vibrando com esse item! Tô muito satisfeita com a minha compra sim, senhoras e senhores!
Pra encerrar, as únicas coisas que ainda tenho feito quando consigo de fato parar e me dedicar a algo que não seja uma obrigação são ler fanfics e ouvir música.  Não costumo recomendar minhas leituras porque são todas em inglês, mas a cargo de curiosidade: finalmente li do começo ao fim The Omega Revolution, uma fanfic absurdamente incrível de PinkBTS, que foi finalizada nesse mês (e aí eu li ela com afinco em menos de uma semana, pasmem) e que me deu um turbilhão de emoções - quem diria, eu tenho um negócio por romances entre guerra e revoluções, fazer o quê. Ou só tenho uma queda por enredos bem traçados. Fora isso, eu tenho lido muitas fanfics curtinhas, soltas, de capítulo único ou pequenas séries, tipo friday nights (with you), que é muito fofa e engraçadinha. Ah, caso vocês quiseram se arriscar: todas as fanfics que eu leio costumam ter pornografia ou violência, então tomem cuidado antes de clicarem nas coisas.
Com relação à música, o que eu tenho ouvido agora é o novo álbum do BTS, o Love Yourself: Answer, (que embora a faixa-título não tenha me conquistado, o álbum em si está maravilhoso) e meu novo vício: I'm So Sick, do Apink, que é um grupo para o qual nunca liguei, mas que me deixou no chão com essa faixa nova. Recomendo as duas coisas! De rersto, estou num mix de Linkin Park, Billie Eilish, System of a Down e Marina & the Diamonds. Bem eclética, eu.
Enfim.
Honestamente, visualizei esse post bem mais organizado e interessante, mas a vida é o que é e é isso que temos pra hoje. Espero que ao menos as recomendações valham de alguma coisa, HAHAHAHA! Por hora eu encerro aqui - beijinhos a todos e até a próxima! o/~

Marcadores: , ,


Written by Shana | 10 de setembro de 2018 | 3 Comentários | link to this post



«older home newer»