posts shana blog links
+ + +
Ano novo, planos novos


Saudações, queridos leitores! Como prometido (pra mim mesma, né) na postagem anterior, hoje resolvi sentar e me organizar com as metas e planos para 2019. Embora eu nunca tenha sido o tipo de pessoa que usa agendas, faz journals e leva diários a sério, eu sempre me organizei relativamente bem com listas - até mesmo pra estudar eu faço listas e tópicos; é o jeito que eu encontrei de fixar algumas coisas na minha cabeça. Desde ano passado tenho usado um caderninho pra listar coisas que preciso fazer ou controlar ao longo do ano - ciclo menstrual, lista de compras, afazeres domésticos e afins. Pra manter a tradição, contudo, quero manter as metas anuais aqui no blog - afinal, a graça de fazer as metas é realizar o balanço delas quando o outro ano começa, e já que eu vou ter que pensar sobre, bem posso escrever a respeito também.
Sigam-me os loucos das listas e organizações, e vamos tentar descobrir juntos se eu dou conta de fazer o que estou me propondo nos próximos 345 dias de 2019!

Retornar com as metas literárias
Depois que eu parei de me colocar metas para leitura, eu acabei parando de ler livros - embora, recentemente, me dei conta de que passei os últimos 3 anos lendo todas as fanfics JiKook em inglês do AO3, o que quer dizer que não estou necessariamente enferrujada. Considerando que grande parte das fanfics que leio chega a ter mais de 20 capítulos e no mínimo 50mil palavras, posso dizer que, tecnicamente, tenho lido muitos 'livros' - numa língua estrangeira ainda, preciso me dar algum crédito por isso, não?
Apesar disso, eu gosto de livros físicos e sempre compro algo novo pra minha estante (louvadas sejam as feiras com livros em promoção), eu estou com uma "fila" considerável de títulos que comprei e ainda não li. Sendo assim, decidi que deveria exigir um pouquinho de mim mesma neste ano e me colocar a meta de ler dois livros até o último dia de 2019. Se eu conseguir ler mais, estou no lucro.
Não considero nas metas literárias livros filosóficos ou teóricos - esses eu leio constantemente -, apenas as ficções, que é o que eu leio por mero prazer. Separei dois livros na minha fila pra ler este ano:


Eu tentando fazer fotos bem blogueirinha

A mais bela de todas - A história da Rainha Má, por Serena Valentino, cujo título é auto-explicativo: trata-se da versão da vilã da Branca de Neve sobre sua própria história. Inspirado no filme da Disney, o livro segue um pouco a mesma onda de Malévola, contando o outro lado do conto que conhecemos tão bem. Comprei esse livro nas Lojas Americanas por R$ 9,90 e estou bem animada pra iniciar a leitura.
Eleanor & Park, por Rainbow Rowell, que eu já vi em vários lugares que não é um romance infanto-juvenil açucarado, mas que ganhei de presente de uma amiga e fiquei curiosa depois de ler algumas resenhas. Não faço a mínima ideia se gostarei do livro, mas vi muita gente lendo no último ano (ou anos? Já estou perdida) e concluí que deve ter algo de interessante ali dentro.

Acredito que escolhi duas leituras bem levinhas, e espero conseguir realizar essa meta - confesso que estou um pouquinho empolgada e espero conseguir vencer o meu constante cansaço pra isso!
Seguir respeitando e lutando pelos meus limites
Eu já falei disso, mas em 2018 eu passei por muitas situações que me fizeram deixar meus próprios limites mais claros pra mim mesma e exigir que eles fossem respeitados pelos outros. Confesso que não saí de 2018 com mais amigos do que entrei, pelo contrário - contudo, acho que nunca me senti tão tranquila e tão de bem comigo mesma como tenho me sentido atualmente.
Obviamente, não sou um poço de otimismo e bom-humor; acredito que fiquei mais chata, mais difícil em alguns sentidos, mas provavelmente porque comecei a dizer não pra algumas coisas, pessoas e situações, e percebi que minha saúde mental fica muito mais positiva quando eu não me coloco em determinadas situações que me fazem mal. O desafio, agora, é seguir praticando isso em 2019 - e considerando tudo o que recebi, aprendi e vivenciei, acho que incentivos não me faltam!
Socializar um pouco mais
Sempre que saio pra fazer algo, saio com a mesma amiga, e recentemente estávamos conversando sobre como precisamos aumentar nossos círculos sociais. Então essa virou uma meta pra 2019: eu preciso circular mais, socializar mais e tem mais contato com pessoas, sejam pessoas novas na minha vida ou pessoas com quem perdi o contato em função da mudança de cidade.
Acho que um problema é o fato de que eu acabei me afastando muito de pessoas em geral no último ano, e acabo só respondendo quando sou chamada (literal e figurativamente falando). Acho que um bom desafio seria sair um pouco dessa zona de conforto e falar mais com as pessoas que gosto, mas não tenho tanto contato.
Sinceramente? Acho que essa é a meta mais difícil, mas estou determinada (ao menos por enquanto). Tomara que a animação dure mais 11 meses!
Voltar a fazer as coisas que gosto
Desde 2016, pouco antes de eu me formar, eu deixei de fazer muitas coisas que gosto, e isso só se intensificou em 2017 e 2018. Eu sequer me lembro qual foi o último anime que assisti, não tenho mais lido mangás, não assisto filmes e séries, nem programas de TV sul-coreanos que eu gostava. Mesmo o blog tem se tornado uma atividade maçante e, embora eu não ache que consiga mais maratonar coisas com a minha rotina atual, eu gostaria de ao menos fazer algumas delas - que seja ler um mangá curto aos finais de semana, ou assistir alguma série legal. Acho que eu preciso voltar a fazer coisas diferentes além de ficar morta na minha cama, trabalhar e resolver questões da vida adulta e, embora eu tenha saído bastante e lido bastante, sinto falta de fazer outras coisas. Não coloquei nenhum número específico pra essa meta, mas espero que incluí-la nessa lista me incentive um pouco mais a retomar os meus hobbies.
Cuidar mais de mim mesma
Eu tenho uma fobia avassaladora de médicos e hospitais. No ano retrasado, descobri que tenho a síndrome do jaleco branco - ou seja, minha pressão arterial sobre às alturas só de estar num ambiente médico ou de conversar com um profissional de saúde. Em função disso, eu evito exames de rotina, consultas e hospitais à todo custo, o que não é exatamente responsável.
Para 2019, eu quero cuidar mais do meu corpo - do peso, da alimentação, da saúde em geral. Minha saúde mental e, por assim dizer, "espiritual" estão bem em ordem - agora eu preciso garantir que o corpo que elas habitam estará também.
Achei importante colocar isso como meta, porque eu preciso ser mais exigente nesse aspecto. Vejamos se eu consigo lidar com essas traumas e encarar os benditos médicos @_@
Reorganizar minha wishlist
Em algum momento do ano passado, fiz um balanço da minha wishlist aqui do blog - que eu mantenho desde, nossa, meus 13 anos?
Eu finalmente realizei grande parte dos meus desejos, e concluí que dos 6 restantes, apenas 4 ainda são objetivos que eu quero alcançar:

• Ter todos os livros do André Vianco
• Os 54 volumes de Fullmetal Alchemist
• Viajar ao sul do país
• Ir a um show de um grupo que eu seja bem fã

Acabei desistindo dos dois objetivos que eu tinha com jogos, porque não tenho mais o mesmo interesse nisso. Quero, contudo, incluir duas coisas novas na lista:

• Morar sozinha
Eu amo minha família, mas depois de 4 anos morando sozinha, eu sinto falta da privacidade, da rotina e do fato de que a casa fica do jeito que me agrada. Meu maior objetivo hoje com um emprego CLT é justamente esse: poder organizar minhas finanças o suficiente pra poder sair da casa da minha mãe. Juro solenemente visitá-la para almoços e cafés-da-tarde periodicamente!

• Pintar o cabelo
Esse é um desejo recente, e que eu pretendo realizar em algum momento desse ano. Meu cabelo é 100% virgem, e eu nunca fiz nada com ele a não ser cortar - e já que eu não sou mesmo apegada à ele, visto que tô sempre podando sem dó nem piedade, acabei cogitando a ideia de mudar a cor ao menos uma vez. Já sondei umas coisas com minha cabeleireira - agora é só fazer acontecer!

• Trabalho em regime CLT
TRABALHAR POR CONTA É UMA MERDA, NÃO CAIAM NESSA! Eu só quero um salário fixo e férias anuais, seria pedir muito? Por favor dona Deusa dos Trabalhos, ajuda!


Com isso, eu encerro meus planos, metas e desejos para 2019. Eu sei que parece pouco - vejo tanta gente fazendo listas com mais de 10 metas, planos para ler 20 livros no ano, aprender um idioma e coisas do tipo, mas eu não consigo sair muito da realidade: sonhar é bom quando a gente dorme, na vida real nós precisamos de objetivos claros e que sejam possíveis de cumprir, né?
Talvez eu esteja adulta de mais pro meu próprio bem, não vou negar.
Apesar disso, estou bem satisfeita com o que determinei pra mim mesma neste ano que começa, e espero não perder essa energia nos próximos meses. Que a vida traga muita chuva e muito sol pra regar essas sementinhas.
E vocês, meus queridos? Quais os planos pra 2019? Sei que já estamos chegando em Fevereiro, mas me contem - contem, que eu gosto de saber, sou dessas. Por hora, me despeço aqui - beijinhos pra vocês, e até a próxima!

Marcadores: , ,


Written by Shana | 20 de janeiro de 2019 | 5 Comentários | link to this post



«older home newer»