posts shana blog links
+ + +
Together | Halloween Party!

Maldições, pobres leitores! O Halloween se aproxima, e não há momento mais oportuno para participar da segunda parte da blogagem do Together, sobre como eu prepararia minha festa de Halloween dos sonhos - ou pesadelos, vai do gosto do freguês.
A diferença? É que eu realmente planejei uma festa!
Eu sempre adorei o Halloween, e sempre fiquei frustrada com  o fato de não celebrarmos o dia das Bruxas aqui nas terras tupiniquins. As poucas festas que eu via eram aquelas dos cursinhos de inglês, que nada mais eram do que uma baladinha versão light para pré-adolescentes - eu queria a decoração macabra, as fantasias, as comidas temáticas!
Nessa vibe, acabei comentando com minha mãe e brinquei: a gente bem podia fazer uma festinha de Halloween né, mãe?
Rapaiz.
Minha mãe adorou a ideia, e logo que começamos a ver itens festivos nas lojas, começamos a nos planejar. Fizemos uma lista de convidados, compramos as coisas e preparamos nossa própria festa!

A decoração
Como aqui no Brasil o Halloween não tem muita força, não é tão fácil achar coisas pra decorar uma festa (a não ser que você compre pela internet e afins, um risco que eu não quis correr). Por causa disso, a decoração aqui de casa foi toda feita com itens da Daiso - uma loja que importa produtos do Japão e já citei diversas vezes aqui - e duas lojas da Teodoro Sampaio, uma rua famosinha aqui em SP próxima ao Hospital das Clínicas, cujo início é um pequeno polo comercial. Além disso, algumas coisas eu acabei adaptando de itens que já tinha ou mesmo fazendo à mão, e daí tentei deixar o clima o mais halloweenesco possível.


Acima: duas vassourinhas de bruxa, duas placas de madeira temáticas, uma luminária em formato de lampião, várias bandeirinhas e guirlandas, duas toalhinhas em formato de teia de aranha, uma abóbora em dobradura, teias de aranha e duas lanternas japonesas em tema de halloween. 

Acima: guirlandinha temática, adesivos para vidro/janela, placas de plástico temáticas, placa de madeira em formato de lápide, luminária em formato de abóbora e enfeite de caveira para pendurar.

Apesar de não serem muitos itens e de todos terem sido relativamente baratos em si - variando entre R$ 5,00 e R$ 15,00 -, não gastei menos de R$ 200,00 nessa brincadeira. Mesmo assim, eu já tinha juntado dinheiro com a intenção de gastar na decoração, então não achei tão pesado - mas se você está despreparado e resolve fazer uma festinha da noite por dia, prepare-se pra desembolsar um pouquinho (a não ser que você seja uma pessoa com habilidades artesanais, coisa que eu não tenho. Daí fica bem mais em conta)
O que faltou nas fotos foram algumas coisinhas que eu já tinha em casa e alguns metros de TNT em várias cores que eu usei pra montar coisas e pra cobrir as mesas.
O cardápio


Como eu sou uma mera ser-humaninha pobre, em geral as festas que eu organizo são colaborativas - ou seja, eu geralmente peço aos convidados que, caso queiram participar, colaborem com algum prato de sua preferência. Algumas pessoas acham desagradável, mas eu sempre fiz assim com meus amigos e nunca vimos problema - prefiro que cada um possa contribuir com o que é possível pra si do que pedir dinheiro ou me enfiar em dívidas pra festar.
Aqui em casa, nós resolvemos fazer algumas receitinhas que eu já tinha falado aqui no blog, e outras que encontramos pela internet. São elas as pizzas de múmia (que eu já fiz e mostrei aqui pra vocês) e o ponche de almas penadas - que eu descobri que era, na verdade, uma analogia às Tsantsa, ou 'cabeças encolhidas' que algumas tribos faziam lá pelos lados da Amazônia. Por fim, minha mãe também amou a ideia de suspiros fantasmas - mas acabamos adaptando um pouco porque não achamos suspiros prontos e, na correria, compramos marshmellows cobertos com chocolate (as famosas tetas. É. Sem comentários para os nomes dos doces brasileiros).
Pensamos em coisas que fossem comidinhas de festa práticas, que as pessoas podem se servir sozinhas e comer à vontade, e que fossem fáceis de fazer. Não gastamos tanto em si com as comidinhas - o problema foi a quantidade mesmo, porque minha mãe é exagerada.
Ainda não sei se vou conseguir fazer o ponche dar certo, mas vamos torcer para as minhas habilidades em esculpir rostos sofridos em maçãs (que até o momento é inexistente. Vou precisar invocar essa bendita com algum ritual bruxesco aí).

Por fim, embora eu adore a ideia de fantasias, decidi só juntar algumas peças minhas e fazer algo num clima meio bruxesco/macabro. Ainda não sei ao certo como a roupinha vai ficar, mas com o tanto que gastei na decoração e nas comidinhas, desanimei de gastar muito com uma roupinha que só vou usar uma vez no ano. Quem sabe eu me anime mais no próximo, né?
De qualquer forma: pra saber o resultado da minha festinha, vocês terão de acompanhar os próximos capítulos! E vocês? Já fizeram uma festa de Halloween? Têm vontade de fazer ou participar? Como gostariam que fosse? Me contem tudo! <3
Eu vou ficando por aqui, porque ainda tenho muitas pizzas pra assar. MUAHAHAHA! Beijinhos a todos, que os fantasmas vos assombrem esta noite, e ate a próxima!


Marcadores: , , , ,


Written by Shana | 27 de outubro de 2019 | 2 Comentários | link to this post



«older home newer»