posts shana blog links
+ + +
Os layouts esquecidos do Hishoku

Quem acompanha esse blog ou já conversou comigo sobre layouts, sabe que eu tenho uma imensa coleção deles - minha última conta estava entre uns 50 ou 60 layouts "pré-feitos". Parece uma quantidade muito absurda, mas o número se justifica quando você descobre que a maior parte desses layouts foram feitos antes de 2010, ou seja: há mais de 10 anos atrás.
O motivo de eu ter tantos "layouts prontos" é bem simples: o meu processo criativo com o blog sempre se deu em função de inspiração e vícios momentâneos. Eu assistia muita coisa, lia muita coisa, e todas as horas que eu passava fazendo algo no computador, eu passava ouvindo música. Eu adorava AMVs, Vocaloid e trocava muitas músicas pelo finado MSN, e com isso eu tinha uma fonte inesgotável de inspiração.
Às vezes era algo bem simples. Eu estava ouvindo uma música específica enquanto procurava imagens do anime/mangá que eu estava adorando no momento e de repente me deparava com algo que combinava perfeitamente com o que estava escutando. Pronto, layout. Outras vezes, eu ouvia algo e sabia exatamente que tipo de coisa estava procurando, e não descansava até encontrar - por vezes, fazendo altas montagens e gambiarras pra conseguir compor o que eu queria.
Por um momento, deu tudo muito certo. Eu sempre tinha tempo de sobra pra criar coisas novas editando imagens, e conforme a vida foi ficando corrida eu tinha um estoque de topos/banners quase infinito ao meu dispor. O problema, meus caros leitores, é justamente o fato de que esse estoque foi feito majoritariamente entre os anos de 2008-2012, e muita, muita coisa mudou deste então.

Pra começar, meu código mudou totalmente desde que aprendi a centralizar os layouts, e então passei a me preocupar em fazê-los ficarem bons em qualquer resolução. Depois, com o tempo, fui aprendendo coisas novas, códigos novos e meu próprio estilo foi se transformando. E como eu sempre faço as imagens pensando já em como fazer o código, a grande maioria desses layouts têm um formato muito parecido - justamente, porque eu os visualizei com o que eu sabia usar na época, em termos de HTML. Até aí tudo bem: quantas e quantas vezes vocês me leram dizer que "refiz esse layout a partir de uma versão super velha!", não é mesmo? Nada que eu não pudesse reaproveitar. O baque, mesmo, foi quando eu fui dar uma olhadinha no que eu tinha nessa pasta, pensando em uma versão nova do blog, e me dei conta de que eu já não me identificava com a grande maioria dessas produções.
Na vida blogueira a gente aprende que nada se perde totalmente, mas alguns layouts já não fazem o menor sentido pra mim, e eu concluí que ou ia descartá-los mesmo, ou reformular a ideia do zero. E aí, pra não deixá-los morrerem sem nunca terem brilhado, resolvi falar um pouquinho de alguns deles aqui com vocês!


Nessa seleção, o primeiro layout que vocês veem é o grande responsável por essa decisão: um layout de Devil Beside You, uma novela taiwanesa que eu assisti há muitos anos e que talvez nem concorde mais com o que rola nela hoje em dia, hahaha! Acreditem se quiser, é um dos meus layouts favoritos, e eu cheguei até a fazer algumas imagens pra usá-lo mas, se lembro bem, fiquei sem computador, perdi algumas coisas e acabei deixando pra depois. No fim, o tema é tão desatualizado que eu me dei conta de que nem lembro mais o nome do personagem que inspirou ele.
Os outros dois, também cinzinhas, têm uma vibe parecida - eu fiz uma montagem com várias imagens, brushes e colagens, e acho que não gosto mais de como eles são. É um estilo muito repetitivo, que fazia muito sentido pra mim lá em 2010, mas que já me cansou um pouco atualmente. Como não tem uma maneira de variar muito com essas imagens, decidi refazê-los do zero - afinal, FMA e Vocaloid continuam sendo minhas paixonites, e eu adoro as músicas que inspiraram esses designs, o que me leva a crer que buscar inspiração não será difícil.


Acreditem se quiser: nessa segunda seleção temos layouts com 10 anos de distância entre eles. E eu nem sabia disso antes de colocá-los nas pontas da montagem, HAHAHA! Temos aqui um design de 2007, que foi repaginado em 2014, um layout de 2014 e um de 2017. O curioso é que, embora tenham essa imensa diferença de tempo entre si, eles tem basicamente a mesma base: um blend ou montagem bonitinha, um efeito degradê e uma frame branca pra servir de fundo. Eu tentei fazer o código de dois deles em momentos bem diferentes, mas já na época tinha concluído que não ia rolar. Acredito que posso reaproveitar algumas ideias dos três, mas acho que nesse momento eles são completamente inúteis pro Hishoku, em função do quão repetitivos e desatualizados eles são.


Aqui nós já temos um combo beeeem variado, hahaha! Todos esses layouts têm algo que eu quero reaproveitar, que achei que deu muito certo, e os três foram cancelados pelos mesmos motivos: difícil transformar em HTML, dificuldade em fazer as imagens funcionarem, ou elementos repetitivos do que eu já fiz até agora nesses 16 anos de blogueira (embora só 14 enquanto designer do meus próprios layouts). Um problema comum de muitas dessas imagens é a dificuldade em deixar os fundos transparentes pra melhor adaptar os códigos - e eu não tinha o costume de salvar os arquivos editáveis no começo (e no resto) da minha carreira bloguística. Então, é - a despedida é triste, mas precisamos nos separar :'(


Por fim, um gostinho mais dark pra vocês ♥ Ao longo dos anos eu me dei conta de que tendo a enjoar um pouco rápido de layouts escuros, e comecei a evitá-los - salvo próximo do Halloween, onde um clima mais trevoso é sempre bem-vindo!
Apesar disso, grande parte desses layouts tinham uma má seleção de imagens, uma estrutura repetitiva (como muitos outros que apareceram E não apareceram nesse post) e o principal: não faziam muito sentido sem a trilha sonora que os inspirou - o que me fez deixá-los de lado e guardar apenas como inspiração pra outros designs.


Depois dessa breve análise (ui), vale comentar uma coisa que colaborou intensamente pro descarte desses designs: não dá mais pra usá-los com música. A trilha sonora é uma das partes mais importantes do meu processo criativo, mas ao longo dos anos as pessoas foram deixando de gostar de páginas com música de fundo - e atualmente parece não ter mais nenhum player bacana que vá sobreviver à morte do flash em dezembro desse ano. Com isso eu me dei conta de que meus layouts precisavam se expressar mais por si mesmos, sem o apoio de alguma canção, o que deixou muitas das minhas produções meio sem sentido. Além disso, quando o layout atual foi ao ar, muitas pessoas comentaram sobre não esperar essa cara no Hishoku, e isso só me fez pensar mais e mais em algo que vem me incomodado há anos: o meu blog tá sempre a mesma coisa. Hoje eu tenho mais conhecimento de design e HTML, e dá pra fazer muito mais coisas que eram impossíveis pra mim quando esses layouts foram produzidos. Dessa forma, achei que o melhor a se fazer era dar uma cara nova pra eles, transformá-los em algo diferente, em vez de só deixá-los apodrecendo no meu disco rígido.
Por fim, um agradecimento especial à Monnie, que me fez pensar nisso, e a ren que me fez ter vontade de fazer coisas mais diversificadas com o Hishoku. Beijos pra elas, e pra todo mundo que acompanhou essa evolução até aqui ♥ Até a próxima, queridos leitores!

Marcadores: ,


Written by Shana | 10 de maio de 2020 | 3 Comentários | link to this post



«older home newer»