welcome
posts me blog links
"There's a part of you I'm trying to reach
Still a part I don't know
Tell me, is devotion a gift or a thief?
Do you wish I'd let go?

webmiss

Kawasumi Shana. 25 anos, somando +1 todo dia 07 de Fevereiro. Aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não. more?

follow me


Follow



last words

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1920x1080


Aquele post fotográfico #6 - 2018 pt.2

Saudações, leitoras e leitores deste blog ♥ Espero que tenham passado bem o último mês - já estamos quase em junho e, pra variar, estou aqui falhando miseravelmente em manter este blog atualizado (e embora ninguém esteja reclamando, eu estou, então lidemos).
Como prometido, hoje eu trago a segunda parte do meu post fotográfico "2018" - nada mais justo, pois estamos já no meio do ano e tem uma caralhada quantidade considerável de coisas que eu fotografei e não dividi com ninguém, por motivos de preguicite aguda mesmo. Vocês já sabem como esse funciona, então vamos adiante que, como de costume, esse post vai ser bem longo - já aviso de antemão que tem mais de 30 imagens nesse post, então nem se arrisquem no 3G, porque vai ser uma viagem!
... e considerando a demora estratosférica que eu levei pra editar essas imagens e finalmente postar, depois desse vou ter que fazer mais um post só pra falar onde eu estive no último mês que, né, passou já.


Pra começar, eu tentei organizar as fotos mais ou menos de acordo com o mês na qual foram clicadas. Na primeira parte desse post, nós começamos falando das minhas aventuras por meados de fevereiro, e vocês me acompanharam até março - quando meu irmão conseguiu a bolsa na faculdade e nós celebramos com muita comida boa ♥ Agora, nós vamos dar uma espiada no que eu fotografei de abril até o final de junho, que é pra encerrar o mês e ficar atualizada com esse blog. Dessa vez, as imagens são mais de comida e consumismos - mas eu suponho que quem acompanha esta pessoa que vos fala já está mais do que acostumado a esse tipo de coisa, né... Enfim: comecemos essa aventura, jovens padawans!
Abril

Em Abril celebramos a páscoa, e a minha começou com o crepe festivo da Hachi - até agora, o único que eu perdi foi provavelmente o de festa junina desse ano, mas relevemos.
Se não me engano, ele estava mais em conta esse ano - acho que paguei R$ 18,00. Tinha morango, sorvete de chocolate, chantilly, . Tava uma delícia, como sempre, e garanti mais uma bandeirinha pra minha coleção ♥


Embora eu não ligue muito para ovos de páscoa (prefiro gastar o dinheiro em chocolate e comprar várias barras), minha avó paterna sempre me dá um. Esse ano, pela segunda vez, ela me deu um ovo da Cacau das Artes (que na verdade é de uma tia minha). Adoro o chocolate deles, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada esse ano porque parece que o chocolate não foi devidamente temperado e derretia só de olhar. Continua uma delícia, e quando derretia na boca (e não nos dedos, ou na tigelinha onde guardei), era um momento paradisíaco ♥
Não sei quanto foi nem onde eles costumam vender, mas se verem chocolate da Cacau das Artes por aí, recomendo experimentarem - geralmente, vale a pena!


Além da minha avó, minha mãe também gosta de me mimar. Fomos fazer a compra do mês, e ela pediu que eu escolhesse um chocolate que gostasse. Como disse, não sou fã de ovo (muito dinheiro pra pouco chocolate), e acabei encontrando essa caixa de KitKat em promoção e essa de Ferrero Rocher. Mamãe me mimou pra caramba com essa - e gastamos menos do que gastaríamos com um ovo, porque essa maravilhosidade não chegou a 30 reais, meus caros padawans. Valeu bem à pena, heim?
Comi chocolate pelo resto do mês sim.

Maio

Acabou Abril, veio Maio e com ele as férias de mamãe. Aproveitamos mais pra fazer reformas na casa, comprar coisas que precisávamos e redecorar alguns ambientes. Ainda assim, eu levei mamãe pra fazer um tour pela Liberdade, e aproveitei pra apresentá-la à Hachi.
Foi a primeira vez que comi um parfait, e agora me pergunto por que diabos eu não experimentei antes. É uma delícia e alimenta duas pessoas tranquilo (embora a gente também tenha comido um crepe salgado cada uma). Esse aí vinha com sorvete de creme, morangos, chantilly e pedacinhos de brownie - uma delícia, recomendadíssimo!


Como faz tempo que eu não recomendava uma guloseima nova, resolvi comprar dessas barrinhas (que diz na embalagem serem "barrinhas de energia", mas eu comprei porque parecia gostosinho mesmo).
O único problema é que eu não gostei de nenhuma das duas -q Minha mãe, por outro lado, achou uma delicinha e comeu as duas de bom grado. Elas tem um recheio bem levinho, e a massa é um biscoitinho bem aerado e... agridoce? Doce-salgado? Enfim: como mamãe gostou e eu não, fica aí a dica pra experimentarem. A amarelinha é de queijo, e a marrom de chocolate.
Foi bem baratinho, se não me engano foram R$ 1,50 ou R$ 2,50. Me parece algo bom pra carregar na bolsa e matar aquela fominha que te pega de surpresa no meio do dia.


Apesar do fiasco das barrinhas, a gente comprou outras coisas mais gostosinhas - algumas são novidade aqui no blog, inclusive! Vamos de cima pra baixo, da esquerda pra direita, sigam-me:
• Mr. Panda, sabor morango: nunca vi essa marca, mas estava em promoção no Korea Mart (estava mais barato que o Pocky e o Pepero) e resolvi experimentar. Achei bem gostosinha, embora tenha pouca cobertura - é só uma camadinha fina pra dar um gostinho mesmo. Contudo, vêm muitos palitinhos, acho que mais do que o Pocky e mais do que o Pepero também! Então fica a recomendação. Se me recordo bem, gastei R$ 4,00 nessa belezinha - mas ela estava em promoção, então o preço pode ter mudado.
• Karinto: é um petisco - uma massinha frita caramelizada com xarope de açúcar mascavo, aparentemente. Eu tenho uma vaga sensação de que esse que comprei tinha shoyu no meio, mas pode ser só impressão minha. Eu achei uma delícia, é docinho e meio salgado ao mesmo tempo! Paguei menos de 5 dinheiros nele, e fiquei dias petiscando o negócio. Recomendadíssimo!
• Twinings: esses vocês encontram em qualquer rede grande de mercados, mas enfim, chás de Frutas Vermelhas e de Camomila, Baunilha e Mel da twinings. É uma marca muito boa, embora o preço seja mais salgadinho - pagamos R$ 11,90 em cada caixa, eu acho. O segundo foi meu favorito, é bem leve e docinho. Recomendo mais que o de frutas vermelhas~
• Amêndoas Confeitadas: essas vocês devem encontrar em casas de doce, e já viram como lembrancinha de casamento. São amêndoas cobertas com um confeito açucarado - uma delicinha! Acho que pagamos cerca de R$ 11,00 em 250 gramas, o que eu achei em conta. É um bom petisco também!
• Chá Preto Impra, sabores sortidos: já falamos sobre meu amor por chás, então reforcemos ele por aqui! Quando vi essa caixa da Impra, fiquei desejando por um bom tempo, até que comprei e me apaixonei. O único problema: eu não tinha notado que era chá preto aromatizado - e isso é um problema porque esta que vos fala é insone, então chá preto is a no no, infelizmente. Ainda assim, adoro tomar pela manhã - os sabores são bem intensos, o aroma é maravilhoso e compensa muito. Ao todo, são 8 caixas com 10 sachês cada, e paguei R$ 31,90. Uma pechincha, basicamente.
• Biscoito de gergelim: literalmente um biscoito feito com sementes de gergelim, mel e xarope de glicose, se não me engano. Os biscoitos são crocantinhos e têm sabor único e exclusivo de gergelim, com um fundinho doce. Acho que o pacote com 6 foi menos de R$ 5,00 - barato, considerando que é um produto artesanal e tal. Recomendo, é bem gostoso!
• Anko Mochi: esse vocês já conhecem - são os famosos bolinhos de arroz glutinoso com recheio de feijão vermelho. Dessa vez, comprei de uma marca diferente, chamada Yokomizo. São um pouco mais sequinhos e menos doces que os da Castella, mas continuam macios e gostosinhos. Fica a dica pra quem não gosta de mochi muito mole ou adocicado.


Embora tenha encerrado a visita à liberdade, em maio eu também experimentei esse biscoitinho amanteigado da Daiso. Foi baratinho (menos de R$ 8,00, acho) e eu resolvi falar dele aqui porque, na verdade, ele me deixou frustrada.
Eu queria um petisco doce pra enganar a fome enquanto passeava com mamãe, e quando olhei essa embalagem, fiquei curiosa porque entendi que era um biscoito com creme em cima. Quando abri, me deparei com um biscoito amanteigado meio folhado - que é uma delícia, bem leve e docinho, mas sem creme. Então além da dica, quero ajudar outros migues que possam comprá-lo esperando creme: é só biscoito mesmo, gente. Gostoso, mas só biscoito.
A vantagem é que ele vem embaladinho individualmente, então você pode dividir, transportar e guardar com facilidade!

Festival de Waffle, Memorial da América Latina
Ainda em Maio, fomos em família ao 1º Festival de Waffles de São Paulo, que rolou no Memorial da América Latina. Eu nunca havia comido waffles , então estava bem ansiosa pro evento. A entrada era franca, e haviam waffles e outras comidas com variedade considerável de preço - gastamos entre R$ 5,00 a R$ 30,00, dependendo da barraquinha.


Esse primeiro era um waffle 'tradicional', de Favo. Haviam algumas opções, e eu fiquei com o favo simples coberto com Nutella. Acho que foi o meu favorito do dia! A massa era uma delícia, crocante por fora e bem macia por dentro - comeria um desse todo dia sem pestanejar, certamente.


Esse segundo é chamado stroopwafel, também originário da Holanda. A massa é fininha, tem um saborzinho de canela e ao contrário da impressão que passa, é macio. São dois discos de massa com uma camada fina de recheio ao meio. Não sei se há algum recheio tradicional específico, mas os nossos eram recheados e cobertos com Nutella. Eu e mamãe pegamos a versão pequenininha, que cabia na palma da mão. Já meu irmão...


Uma estupidez de stroopwafel na cara de vocês.
Uma observação interessante é que depois nós encontramos esses stroopwafels na Liberdade, vendendo em pacotinhos artesanais mesmo. Quem quiser experimentar, fica a dica - não é fresco, mas deve ser gostoso de qualquer maneira!


Depois de alguns waffles, a gente queria algo salgado e que não custasse nosso rim. Apostamos nessas coxinhas da Pastel com Guaraná. A massa era de mandioca (ou mandioquinha?) e o recheio bem gostoso. Pagamos R$ 16,00 por 20 coxinhas e comemos bem, tava gostoso e não era muito pesado.
Caçando na internet, descobri que a marca encerrou as atividades em estabelecimento fixo e agora só participa de eventos itinerantes. Apesar disso, acho que eles estarão nos próximos eventos da Art Shine (que organizou o festival), então recomendo que fiquem de olho!

Exposição 'América Florida'
Logo que começamos a rodar pelo festival, vimos que estava rolando a exposição América Florida em uma das salas do Memorial. Aproveitamos que a entrada era franca e resolvemos espiar - não nos arrependemos. A exposição contava com vários itens de países e culturas latino-americanas diferentes, muita cor e muita riqueza!


Logo na entrada tinha esse arranjo maravilhoso. É bem o clima do resto da exposição - muitas cores, muitas flores e muita beleza!


A exposição contava com muitos elementos religiosos e festivos de várias culturas, e cada pedaço era organizado de acordo com a nação correspondente. Acima, vocês vêem as caveiras coloridas típicas da celebração do Dia de Muertos, do México.


Além de objetos variados e roupas, tinha uma espécie de altar com vários elementos religiosos. O que mais chama a atenção nas peças é o nível de detalhamento, e cuidado e as cores vibrantes, sempre. Tudo tinha muita cor e muito brilho, e também nos proporcionava uma espiadinha nos aspectos culturais de cada país.


As peças são das mais variadas - estátuas, objetos, tecidos, roupas e tapetes, telas e pinturas, miniaturas... Tinha de tudo e mais um pouco, esbanjando beleza e harmonia.


Uma das coisas mais legais que a gente viu foi essa "maquete", que na verdade era uma peça enorme com várias cidades, personagens e figuras folclóricas. Lembrava um pouco o presépio napolitano do Museu de Arte Sacra de SP, até porque funciona um pouco no mesmo molde: uma peça gigante protegida por vidro. A diferença, é que essa peça fica no chão.
É, gente. Ela fica no chão, literalmente.


Além da beleza artística do negócio, era divertidíssimo andar por cima da peça, e ir explorando pedacinho por pedacinho enquanto a gente dá voltas por ela. Achei divertido, criativo e bem lúdico, de uma certa maneira. Além de um mapa da América Latina, a peça conta com várias figuras folclóricas (inclusive, achei o Boto Cor-de-Rosa em um desses lagos aí!), sendo assim de uma riqueza cultural fantástica!
Não consegui descobrir se a exposição é permanente ou itinerante, mas recomendo muito que deem uma checada se passarem por SP! Vale muito a pena, é lindo e inspirador ♥
Junho
Enfim, estamos atualizados na linha temporal! Junho já foi um mês mais tranquilo - sem reformas e passeios, acabei fazendo pouca coisa. A correria ficou só por conta do trabalho mesmo (que está cada vez mais atribulado, uau).
Ainda assim, deu pra fazer algumas coisinhas.


O primeiro 'evento' do mês foi logo na primeira semana. Pasmem: o sogro do meu irmão é DJ e, junto de mais dois amigos, organizou um evento musical aqui na cidade. Ganhamos os ingressos e adoramos - o tema era Flashback e Samba Rock, e ouvimos muitas das músicas da época dos meus pais. Meu irmão até tentou dançar um pouco (mas é um toco descoordenado, o pobre garoto). Foi gostosinho e não gastamos muito com comida, só pedimos uma porção de calabresa que veio bem carregada e nos sustentou pela noite.


Já na última semana, eu tirei um dia pra ir ao shopping aqui perto de casa pra comprar algumas coisas que precisava, e minha mãe decidiu em encontrar lá pra jantarmos. Ela adoras frango frito, e acabamos experimentando essa porção da Chiken-in, na qual pagamos R$ 34,00 ao total. Nos alimentou muito bem, o frango é delicioso, bem temperado e crocante.
Minha única queixa é a gordura - o frango é frito em óleo quente mesmo e dá pra sentir a gordura do negócio. Minha mãe acabou tento um pequeno revertério depois, porque todos têm problemas com comidas muito gordurosas/oleosas aqui em casa. Assim, embora seja uma delícia, talvez seja melhor comer em porções pequenas...


O último evento de Junho foi a Festa Junina da minha família. Em sua terceira edição, já dá pra dizer que é uma tradição nossa. Apesar disso, foi a primeira vez que participei; basicamente, cada família leva algum prato típico e a gente faz um arraial bonitoso.

Além de muita comida e docinhos típicos, contamos também com 4 caldos/sopas gostosíssimos: caldo verde, de abóbora com bacon, de mandioca com costela e de mocotó. Experimentei todos, e me empanturrei consideravelmente - mas ainda sobrou espaço pra alguns docinhos sim, comi muita paçoca, pé-de-moleque e pipoca doce sim ♥
Ainda contamos com karaokê (porque minha família é dessas), e embora tenha sido sofrido ouvir as pessoas cantando, me diverti bastante.


Agora, a cereja do bolo foi a decoração. Tenho uma tia/prima (esposa do meu primo? Mas muito mais velha que eu?) que adora essas coisas e sempre ahaza no clima festivo. Além da mesa bonitíssima, fizeram esse espantalho divertidíssimo - e no colo dele ainda haviam plaquinhas pra gente tirar foto. Foi bem legal e bonito num geral, e eu me empanturrei e gritei no karaokê até de madrugada.
Problemas é que daí fui trabalhar sem voz, à base de mel com própolis e chá de gengibre, mas fazer o quê, né?

Comprinhas e consumismos!
Pra encerrar, resolvi deixar um tópico só para as coisinhas que comprei nesses meses. Algumas são meros consumismos, outras são necessidades diárias, mas tem muita coisa que quero ostentar e muita coisa que quero recomendar também. Sigam-me os bons, mais uma vez!


Aqui temos um combo de itens da Avon. Infelizmente, por menos vaidosa que eu seja, eu tenho uma pele muito seca, que chega a ficar machucada se eu não a mantenho hidratada. Por conta disso, tô sempre comprando cremes variados, e não me incomodo em gastar um pouco com eles.
Aí, tem uma loção hidratante de flor de cerejeira, da Avon, que na verdade minha mãe pegou numa promoção bem em conta. Ela tem um cheiro mais floral, não muito doce, e bem leve. É bem líquida e seca rápido - por ser levinha, não precisa passar muito pra espalhar. Junto com ela, comprei esse refresh de Flor de Cerejeira, que eu uso como perfume ou pra refrescar em dias mais abafados mesmo. Única queixa: ele não vem com borrifador, então é meio imprático se você não tiver um frasco de perfume sobrando por aí.
Nessa leva, também comprei dois esmaltes - o Café e o Flor do Campo. O Café acabou me frustrando um pouco, porque estou caçando um tom específico de marrom e não encontro - inclusive, se alguém souber de algum tom que lembre o Boca de Sino da Impala, aceito recomendações -, mas ele tem seu charme: é um marrom mais puxado pra bordô/roxo, então é exótico. Já o Flor do Campo é um branco perolado, translúcido e furta-cor (sim, isso tudo). É bonitinho, mas pra ficar bom na unha (ao menos sozinho) precisa de umas 3 camadas. Gosto, mesmo assim, porque é bonito e discreto ao mesmo tempo (eu acho, pelo menos).
Por fim, temos um rímel alongador e à prova d'água, da Color Trend. Gostei bastante, é fácil e gostoso de aplicar, não deixa os cílios grudados e dá um efeito legal (ao menos pra mim, que passo no máximo duas camadas e tenho cílios curtos). Acima, uma cartela de brincos que ganhei da minha mãe, que eu só postei junto porque ganhei no mesmo dia que chegou minha encomenda, e achei que ficava bonitinho tudo junto. Meus favoritos são os dois primeiros, em cima, porque são mais discretos ♥


Esse já não é uma compra, é um presente - minha mãe comprou esse chaveiro de Mortal Kombat pra mim em uma feira que estava rolando, também, lá no Memorial da América Latina. Tinha muita coisa nerd e muita coisa meio hippie também, e tinham coisas caras e coisas que valiam a pena. Esse chaveiro é de metal, eu acho, porque é pesado, e custou R$ 15,00.
Já assustei altos passageiros no ônibus, esbarrando com ele nas barras de ferro. -q
(Ao fundo, a desnecessidade de ter 4 chaveiros pra duas chaves. Mas essa sou eu, fazer o quê).


Ainda na feira, comprei esses dois colares de pedra da Lua (sintética, porque a a natural é assim). Gosto desses colares simples, com cordão e pedras, e andava desejando um que tivesse uma cor mais discreta (porque tenho um esverdeado que, bem, não vai com toda e qualquer coisa). Acabei vendo esse com um pingente de lua e me apaixonei. Cada um foi R$ 10,00 - achei que valeu bem a pena! Vale comentar que os cordões são reguláveis, então é sucesso na certa.


Na mesma barraca, que era de uma moça peruana, minha mãe me comprou essa parka. Parece mais uma blusa comum, mas ela tem uma lã bem fininha e macia, e super quente. Não é pesada, mas te esquenta num dia ~negativo~, certamente! Adorei a blusa, e achei o bordado uma graça. Fiquei com essa bege porque achei mais fácil de usar? Minha mãe acabou comprando uma igual pra ela, mas é vermelha com os detalhes em preto, cinza e branco.


Como eu mencionei acima, eu preciso cuidar da minha pele. Gosto especialmente de cremes com cheiro doce (porque sou uma formiga-humana) e que sejam potentes, do tipo: usei dois dias e senti melhora. Nesse aspecto, não me incomodo muito em gastar não, vou ser sincera.
Uma linha que eu adorei foi a Lolita, da The Body Shop. Os cremes deles são ótimos, deixam uma sensação gostosa na pele, secam consideravelmente rápido e têm um cheiro maravilhoso. Esse em especial é uma loção hidratante, na verdade, e custou R$ 80,00. Durou 2 meses comigo, passando várias vezes na semana. Assim como a loção da Avon, não precisa passar muito porque ele rende e espalha bem, embora seja um pouco mais consistente que o Flor de Cerejeira. Adoro a linha Lolita por causa do cheirinho doce - e recomendo muito pra quem gosta de aromas adocicados e tem a pele mais seca, como a minha.
Ou só pra quem gosta de se hidratar mesmo, ué, por que não?


Essa bolsa/mochila, por outro lado, foi mais uma necessidade do que um consumismo. Eu acabo levando muita coisa comigo pro trabalho - folhas, materiais de desenho, lenços, pastas, estojo, comida, água e afins - e minhas bolsas comuns não estavam dando conta de tudo. A única opção que eu tinha era essa mochila do Jack, que eu comprei em 2015 e usei na faculdade (e já está em vias de se aposentar). Precisava de algo resistente, mas que fosse bonitinho também, e cacei por muito tempo uma mochila assim mas formalzinha (300 dinheiros nos shoppings e lojas online, chorei sangue nessa busca). Por fim, achei essa bolsa numa lojinha em Pinheiros, e paguei míseros R$ 95,00. Não é couro, mas é resistente o suficiente pra mim, então fiquei bem satisfeita com ela ♥

No mesmo dia, aproveitei pra caçar uma bota de cano curto, que também estou buscando desde quando a minha outra se aposentou, em 2016. Encontrei essa por um preço humano, e fiquei satisfeita com ela. 
A foto não está das melhores, mas é difícil fazer uma foto de calçado fofa quando você calça 39, não é mesmo? D: 


Por fim, embora não seja nada muito pomposo, comprei esses dois potinhos fofos na Daiso sexta passada. Como não tenho horário de almoço nem pausa no trabalho, mas fico mais de 5 horas trabalhando, costumo levar lanchinhos pequenos, práticos e rápidos, e andava sentindo falta de umas tigelinhas menores pra isso - tenho uma marmiteira, também da Daiso, mas ela é muito grande e as coisas às vezes sambam dentro dela, o que não é muito prático... Enfim! Paguei R$ 8,00 nesse conjuntinho, achei uma graça, e fiquei bem satisfeita - já usei pra levar bolo e biscoitinhos essa semana e recomendo, super prática ♥


Ufa! Assim encerramos a segunda parte de post fotográfico, que contou com o dobro de imagens da postagem anterior (porque eu sou dessas). Confesso que ele demorou mais pra sair porque eu estava com preguiça de editar todas essas imagens - mas eu sou meio chata com uniformização, então foi um mal necessário. No mais, torço para que a espera tenha valido a pena, hahaha! E com fé em nossa senhora Cher, eu não atraso mais tantas coisas assim. A verdade é que eu nem precisava falar disso tudo, né? Mas poxa, eu gosto tanto de postar as fotinhas - é um completo desperdício deixar elas de lado! Mas enfim, acho que com esse post, deu pra ter uma boa noção do que fiz com minha vida nesse primeiro semestre de 2018. O negócio agora é seguir em frente - quem sabe, não tendo que editar tantas fotos, eu consiga manter esse blog um pouco mais atualizado. Oremos -q
Por hoje, ficamos aqui - já vou é tarde, isso sim! Beijos a todas as pessoas que leem este blog, perdoem possíveis erros de digitação e até a próxima! o/~

Marcadores: , , , ,


Written by Shana | 30 de junho de 2018 | 3 Comentários | link to this post


«older newer»