posts shana blog links
+ + +
Together | Eu mesma, a fanática

Saudações, queridas leitoras e leitores deste blog! Espero que tenham passado bem, e quero aproveitar pra agradecer a todo mundo que deixou mensagens carinhosas na postagem anterior - eu ainda estou um pouco desanimada e um pouco cansada em função das coisas que comentei ali, mas eu não podia deixar de participar da blogagem festiva do Together, que fez 2 anos dia 18 desse mês!
Originalmente, eu ia fazer uma postagem bonitinha em homenagem ao projeto na data certa, mas aí a vida aconteceu e eu decidi aproveitar o Revival pra participar daquele tema que eu prometi e falhei em cumprir: o post sobre fandoms! Sim, meus caros, eu demorei mas eu trouxe a postagem, porque o importante é cumprir o prometido independente dos prazos!
Ou não, mas vamos fazer de conta que é assim que funciona.


Pra quem não sabe, o Revival é um evento anual do Together, onde podemos participar de qualquer tema já sugerido anteriormente no projeto. Eu decidi fazer o tema "Coração de Fã", que consiste em falar da minha experiência enquanto fã de alguma coisa. Embora eu nunca me inclua em fandoms específicos nem seja super fanática por algo, tem algumas coisas que eu curto bastante e que resolvi falar sobre aqui pra vocês ♥

Mangás e Animes

Eu não poderia começar com outro tema: estou amando mangás e animes desde os meus tenros 3 ou 4 anos de idade. A princípio, o que me chamava a atenção nos desenhos japoneses eram os traços bonitos e detalhados - bem diferentes dos cartoons convencionais, que é o que o Brasil costumava importar mais lá pelos anos 90 - e as histórias cheias de magia, ação e romance.
Só fui ter maturidade o suficiente pra entender o que era "anime" lá pelos meus 8 ou 9 anos, e li meu primeiro mangá na faixa entre 10 e 11 - e tenho a coleção até hoje, herdada do meu pai, de Ribbon no Kishi - publicada pela JBC e carinhosamente conhecida aqui no Brasil como A Princesa e o Cavaleiro, cuja animação contemplou as telinhas tupis entre as décadas de 70 e 80.
Daí pra frente o meu amor só aumentou. Já falei desse amor em uma outra postagem, e embora eu tenha assistido pouca coisa nos últimos anos, sigo lendo meus mangás religiosamente (atualmente só acompanho à risca Kuroshitsuji, mas me utilizo do MAL pra não esquecer onde pausei nenhuma das minhas leituras).
Embora eu tenha os meus títulos favoritos, eu concluí que era mais justo citar mangás e animes como uma categoria só, pois embora meus gostos se transformem e amadureçam com o tempo, eu nunca deixo de gostar de animes e de mangás. Vou lendo coisas diferentes, mudando meu "top" de títulos favoritos, mas o negócio é que eles permanecem comigo desde a infância - além de colecionar uma quantidade estúpida de itens variados, porque com a vida adulta vem o crescimento, mas vem também a grana pra gastar com o que quer que nos agrade.


Nas fotos, eu separei alguns itens variados que eu colecionei ao longo dos anos: plushies, mangás, DVDs, bonequinhos e chaveiros, caderninhos e afins. Minha coleção é um milhão de vezes maior do que isso (não coloquei todos os bonequinhos ou mangás, nem adesivos, nem papéis de carta, nem pôsteres), mas achei que ia ficar coisa demais na foto, hahaha!
O que começou como um gosto pelo diferente se tornou minha preferência conforme fui crescendo e aprendendo, e embora hoje eu não vá mais em eventos nem sonhe em "morar no Japão um dia", eu continuo amando tudo o que a cultura japonesa tem pra me oferecer, em especial seus quadrinhos e animações. O que nos leva ao próximo tópico dessa postagem~
Cultura Japonesa (e 'Oriental' em geral)

Por conviver muito no mundo dos mangás e animes, comecei a me interessar pela cultura japonesa num geral - lendas, costumes, maneirismos, língua, música, comida, comportamentos... E graças a isso, peguei um amorzinho especial por itens que fizessem alusão ao Japão, como vocês podem ver acima.
Esse interesse acabou por se estender a outras culturas orientais - embora não seja um termo culturalmente correto, porque ele traz uma generalização errônea -, como a sul-coreana, a chinesa e taiwanesa (que eu nunca sei se é correto diferenciar da chinesa, mas acho que em função de questões políticas, acaba tendo suas particularidades).
Sou tão fã dessas coisas que, comumente, as pessoas me presenteiam com coisas japonesas sem nem saber o que é, mas apostam que eu vou adorar porque sim. HAHAHAHA!
BTS (e Kpop)

Bom. Vocês sabem, né?
O BTS entrou na minha vida real/oficial em 2016 com Blood, Sweat & Tears, e desde então não saiu mais. Embora eu esteja no Kpop há algum tempo e goste de muitos grupos e solistas, nunca me engajei tanto num grupo ou permaneci envolvida constantemente por tanto tempo - o que diz muito sobre minha relação com o Bangtan, por eu raramente me dedico assim às coisas.
Fazer a foto pra essa postagem me deu uma dimensão do quanto eu gosto do BTS - eu sou consideravelmente mão-de-vaca e fiquei surpresa com o quanto de coisas relacionadas ao grupo eu tenho, embora grande parte tenha sido presente da Ren ♥ Me senti bem ARMY fanática sim, embora eu não goste muito de me incluir em grupos em geral.
Além de um dos meus grupos favoritos, o BTS foi o meu primeiro show, meu vício mais duradouro e com maior investimento financeiro até agora (quer dizer, desconsiderando animes e mangás, que são vários vícios numa categoria só). Também é o único grupo (no geral, incluindo minhas bandas de rock e meu metal gótico) com o qual eu me engajo continuamente, acompanhando atividades, consumindo/assistindo coisas e colaborando com views e afins. Eu gostaria que isso continuasse assim, e considerando que meu envolvimento não mudou muito nos últimos 3 anos, acho difícil alguma outra coisa conquistar esse espaço no meu coraçãozinho de fã.
(Embora eu me conheço, então não vou colocar a mão no fogo porque nunca sabemos quando uma coisa nova e avassaladora vai me conquistar, né non?
Tim Burton e seu universo

Na minha opinião, o item mais controverso desse post.
Eu sou muito fã do Burton, em especial as suas obras originais (tipo Nightmare Before Christmas, A Noiva Cadáver e Frankenweenie) e todo o universo fofo e macabro que ele cria. Adoro sua arte, deus desenhos, os poemas, os curtas, as animações e ainda não conferi todos os filmes dirigidos por ele - mas se tem algo que me anima pra assistir algum longa, é citar Burton como diretor.
Apesar disso, nos últimos anos ele se envolveu em umas controvérsias aqui e ali - nada muito grave em comparação à outras pessoas públicas, mas que partem meu coraçãozinho que não consegue separar a pessoa da obra (porque, se você não tem caráter, sua obra não vale nada pra mim e ponto final). No fim, errar é humano e a gente precisa permitir às pessoas o seu crescimento e desconstrução (como quando ele deixou de convidar o Depp para seus filmes depois das denúncias de agressão que saíram e tal), e eu estou tentando lidar com o erros do Burton.
Em suma, meu gosto por esse universo tem a ver com o quão bonito, fofo e poético ele é, ao mesmo tempo em que é trevoso e mórbido, basicamente. Quem me conhece desde a adolescência sabe que por trás da minha máscara capopeira e otaku tem uma metaleira gótica que adora um tema obscuro, e o Burton equilibra muito bem essas partes 'opostas' de mim numa harmonia louvável, eu diria. Só espero que ele siga melhorando enquanto pessoa e não me decepcione!
Obs: esqueci de colocar na foto, mas eu tenho o ingresso de quanto fui na exposição dele aqui no MIS, em São Paulo! Fantástica, maravilhosa e divertidíssima, recomendo a todo mundo que se deparar com ela mundo à fora ♥


A única coisa que pode ter faltado nessa lista são as minhas paixões por rock alternativo e metal, e a década de 80 em geral (em especial, a música). Embora sejam coisas que me agradam consideravelmente, acho que não chega ao ponto do fanatismo que eu tenho com os itens que citei nesse post - o que não as faz menos queridas no meu coraçãozinho ♥
A maior parte desses itens é amplamente ovacionada neste blog, então acho que não tinha surpresa pra ninguém, né? Ou teve? Me contem o que acharam da minha lista de fanatismos, e o que incluiriam nas listas de vocês! Eu me despeço por aqui - beijinhos a todos, e até a próxima!

Marcadores: , ,


Written by Shana | 27 de junho de 2019 | 3 Comentários | link to this post



«older home newer»